A caminho da Índia

E lá fui eu sábado no almoço também aproveitar o Restaurant Week. Já tinha tentado ir ao Govinda no final do ano passado, mas estava fechado, ocasião em que parei no irmão dele, o Ganesh. Ambos pertencem ao mesmo dono, até o cardápio é idêntico (mas parece que o Govinda é um pouco mais caro, não tenho certeza).

Logo que você entra no lugar, dá de cara com um corredor cheio de esculturas de Buda e com temas indianos, um casarão todo decorado, com vários ambientes. No último salão, onde ficamos, era impressionante a quantidade e a qualidade de quadros. É como se tivéssemos entrado num portal de teletransporte e ido parar na Índia.

Segundo a Acácia, ficou faltando a música. Definitivamente eles poderiam ter aproveitado para colocar uma música indiana. E os garçons todos vestidos impecavelmente de terno também quebram um pouquinho o clima indiano, no entanto, trazem um clima formal ao lugar.

A comida pra mim teve sensação de deja vu, era a mesma do Ganesh. De entrada, nan (pão) quentinho e gostoso, com vários acompanhamentos. De prato principal experimentamos duas opções – frango ao curry e carne ao curry. Ambos estavam bons, mas de novo a briga com a pimenta. O curry veio com ZERO de pimenta e quando você coloca a pimenta a parte, arde até a alma (é daquelas que pega a garganta). Na verdade nem perguntaram sobre o nível da pimenta, assumiram que éramos newbas. Próxima vez vou pedir explicitamente “forte, mas não muito”. Os pratos vieram um pouco com cara de péfão, o arroz em torno da carne, mas é absolutamente perdoável, é o restaurant week!

Sobremesa deixou a desejar, foi o shahi gulab jamon – bolinho de leite recheado com pistache e castanha de caju, frito e embebido em calda de açúcar e cardomomo. Na minha concepção, era simplesmente massa frita embebida em água doce, o irmão indiano e molhado do bolinho de chuva.. Tá, eu sei, eu não tenho paladar refinado.. E dai? :b

A conta deu R$40 com duas bebidas, vale a pena para experimentar o lugar. Destaque realmente para o ambiente. Acho que são poucos os restaurantes em sampa que trazem um ambiente realmente diferenciado. Tem alguns defeitinhos, mas acho que estão no caminho certo. Na saída tem uma lojinha que vende roupas e artesanato. Não sei bem qual a relação com o restaurante, mas contribui para o clima de refeição-passeio (mulher deve adorar).

Endereço: Rua Princesa Isabel, 379 – Brooklin – Tel: 5092-4816.

Anúncios

, , , , , , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: