Missão cumprida: conheci o acarajé!

Nesse calor infernal, nada mais apropriado do que comer… comida baiana! Sim, suicídio, mas há tempos queria experimentar o tal do acarajé, daí surgiu a oportunidade e fui.
O lugar sugerido pela Lu foi o Rota do Acarajé, um restaurante bem informal e descontraído, mais pra botecão mesmo.
Para começar, claro, pedimos o acarajé tradicional (para comer com a mão): bolinho frito de feijão fradinho recheado de vatapá, caruru, saladinha e camarões secos (R$ 9,00). Para completar, o pessoal ainda pediu escondidinho de carne seca (R$ 43,00, serve umas 3 pessoas), porção de mandioca frita (R$ 19,00) e eu pedi um cuscuz de camarão (R$ 12,40).
Não gostei muito do acarajé. Curti o bolinho (bem crocante), mas achei tudo meio sem gosto. Estava esperando algo forte, ardido, cheio de sabooor, mas não. Sei lá, acho que o tempero (no caso, a pimenta) fica por conta do freguês mesmo. Bom, o Arnaldo adorooou.
Gostei bastante do escondidinho. Bem servido, muita carne seca, muito purê e queijo. Boa pedida! A porção de mandioca tb estava gostosa, já o cuscuz estava meio sem sal.
O atendimento é bom e simpático!
Resumindo, não acertei muito nas minhas escolhas (e não desisto do acarajé, quero experimentá-lo em outros lugares), mas voltaria ao Rota para pedir as moquecas. Fiquei na nóia! Bom, fica para uma próxima vez!

Rota do AcarajéR. Martim Francisco – Santa Cecília

Mais cozinha brasileira:
Água Doce Cachaçaria, pinga nim mim… NOT
Rabada nas férias
Cozinha pernambucana moderna
Made in Brazil

Anúncios

, , , ,

  1. #1 por Vitor em março 23, 2010 - 12:04

    Fui só uma vez no Rota do Acarajé, há uns 6 meses, e também não gostei muito não.
    Comi um acarajé e um abará no prato e achei as porções dos recheios pequenas, principalmente pelos preços cobrados. Além de não serem tão saborosas. O que tava bem bom era mesmo o bolinho, bem frito e delicioso acompanhado de uma pimentinha e uma Serramalte. Mas, ainda sim, 9 reais é bem caro.
    Quando você for a Salvador, não deixe de provar os famosos acarajés da Cira, em Itapuã e da Dinha, no Rio Vermelho.
    E pra comer bons pratos nordestinos por aqui, eu prefiro os preços e os sabores do Feijão do Norte, na Galeria Nova Barão, no Centro, que serve pratos ótimos e bem servidos a preços camaradas (R$ 12 a 20), e também o badalado Mocotó, na Zona Norte, onde tudo é muito bom, a preços bastante honestos.

  2. #2 por Carlos em março 23, 2010 - 14:10

    Também já fui na Rota do Acarajé e gostei dos pratos. O acarajé realmente é mais suave. Parece que aqueles vendidos em barraquinhas na rua são mais saborosos. Mas achei que valeu a pena.
    O escondidinho sim estava bem saboroso. O caldinho de feijão também é bom.
    Dizem que o escondidinho do Mocotó é muito bom. Ainda estou devendo uma visita lá.

  3. #3 por ai que doida! em março 24, 2010 - 03:15

    A diferença está na Salmonela!!! Os das barraquinhas são mais gostosos por isso. hehehehehehe
    http://broguedadoida.blogspot.com/2010/03/verdadeiro-ou-falso.html

  4. #4 por Renata Braga em novembro 25, 2010 - 00:15

    Depois de ler sobre a Rota do Acarajé só fiquei com ainda mais saudade do acarajé da Dinha no Rio Vermelho.

  5. #5 por Jorge Dantas em março 5, 2011 - 22:06

    Bom pessoal, breve vcs poderão apreciar o legítimo ACARAJÉ BAIANO aí em são paulo. Com todo axé da Bahia. Em breve divulgarei endereço.

  6. #6 por gisele em fevereiro 14, 2012 - 23:33

    O-D-I-E-I!!!! ROTA DO ACARAJE!!! LUGAR NOJENTO!!!! NUNCA PROVEI UM ACARAJE TAO HORRIVEL, AQUELE CAMARAO SECO…. ECA!!! PEDI A MOQUECA LA, CARISSIMO!!! UNS 70,00. QUANDO VI O TAMANHO DA PORCAO AIAIAI, EH RIR PRA NAO CHORAR…. SABE AQUELES COPINHOS DE CAFE… SIM…. O ARROZ VEM NELE…. PODE CRER…. A DONA??? AFFFF MAL EDUCADA, GROSSA!!!!! NEM COMI PAGUEI E MANDEI JOGAR FORA NA HORA NO LIXO!!!!! NA MINHA FRENTE!!!! ELA NAO QUIZ FAZER ISSO, DISCUTIMOS HORAS POR ISSO ATE Q A COZINHEIRA JOGOU, TADINHA, TALVEZ FOI ATE MANDADA EMBORA…. ELA BRIGOU TANTO COM ELA POR ISSO…. BOM, O ATENDIMENTO DOS FUNCIONARIOS SAO OTIMO, MAS A DONA DE LA NOTA 0 PRA ELA, TEM Q SABER CONQUISTAR A FREGUESIA…

  7. #7 por Mariana em novembro 4, 2015 - 15:31

    Então, sou de Salvador e estou morando em SP desde janeiro. Sou viciada em acarajé, comia toda semana quando morava em Salvador, dia de sexta após trabalho, com uma cervejinha, era uma boa pedida, e comia bons acarajés de 5, 6 reais, etc. Aqui em SP já experimentei muitos acarajés, com preços que ainda não me acostumei, mas não encontrei o perfeito até agora. Acarajé é o bolinho de feijão fradinho frito no azeite de dendê, que tem como acompanhamentos o vatapá, e salada de tomate cortadinho, camarões secos, molho de pimenta e caruru (quiabo cortadinho), todos esses itens são opcionais e bolinho tradicional fica meio alaranjado e crocante, pois é frito no dendê, aqui em SP já vi bolinhos meios amarelados, sem qualquer crocância, com camarão cozido, que geralmente usa em moqueca, e etc. Vi esse da Rota, mas n experimentei, achei meio absurdo o valor, pois foi logo quando cheguei em SP, achei absurdo o valor para o bolinho, mas hoje minha cabeça já mudou sobre isso, rs. Fui no Sotero que é pertinho tb, na Rua Barão de Tatuí, mas n pedi o acarajé, vi uma mesa ao lado comendo e achei a cor diferente, fiquei c receio de me decepcionar novamente, então comi a casquinha de siri que não achei com gosto de fresca, mas acho que já é pedir demais, por não ser uma cidade litorânea, eu relevo, gostei do clima de lá e também comi a carne do sol, que estava muito gostosa. Mas achei bem interessante o cardápio, tem muitas opções, inclusive o famoso pão delícia da Bahia, só os recheios que achei diferentes e ainda não experimentei para saber se o gosto é parecido. Voltando ao assunto, já comi acarajés em feirinhas, até na Zona Leste, no quintal de uma senhora que faz de barzinho,fui atrás de acarajé, mas o que mais me agradou até agora foi o que comi na Feirinha gastronômica do Butantã, não lembro o nome da barraca, mas o bolinha estava caprichado e n fugia da tradição, de usar camarão seco, etc. Me disseram que o acarajé na feirinha da Benedito Calixto é muito bom, e o do Consulado da Bahia tb é saboroso, apesar de usarem camarão cozido. Enfim, essa é minha experiência sobre acarajé até o momento.

  8. #8 por Alex em dezembro 4, 2015 - 09:45

    Também experimentei o acarajé pela primeira vez ontem e, também achei meio sem gosto, e olha que pedi apimentado, hein? Mas também não desisto da busca do famoso acarajé que todo baiano fala… Sei lá, as vezes as pessoas falam tanto de uma coisa que as vezes nem é lá “essas coisas”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: