Arquivo para categoria Italiana

Italiano moderninho com sotaque americano

Há algumas semanas, fomos ao Spago, um restaurante italiano/americano bem legalzinho. Era noite de sexta e o restaurante estava vazio.
O lugar é bonito e agradável e a decoração, moderninha. Até as músicas são descontraídas. Enquanto estávamos lá, rolaram várias músicas tradicionais italianas em versões modernizadas.
Para começar, pedimos garlic cheese bread (R$ 12,00). Vieram duas fatias de pão, cobertas com um queijo mole, bem cremoso, gratinado. Achei muito incrível. 
De prato principal, não tive dúvidas, fui de shrimp fra diavolo (R$ 34,00). O cardápio diz que o molho é apimentado, mas não botei muita fé. Bom, cheguei à conclusão que é aquele tipo de picância cumulativa. No começo, vc não sente nada, no final, está suando.
Arnaldo pediu spaghetti meatballs (R$ 29,00). A almondega estava bem macia, desmanchava na boca, bem suculenta.
O melhor é que os pratos vêm com muuuuito molho. Só faltou um pãozinho, hehe.
De sobremesa, dividimos a panacota com calda de frutas vermelhas (R$ 14,00). A apresentação do doce é muito fofa. A panacota e a cobertura vêm separadas, cada uma em um pote de vidro!
Olha, achei os pratos bem gostosos e os preços, honestos. O atendimento foi excelente, do começo ao fim.

Spago – R. Leopoldo Couto de Magalhães, 681 – Itaim Bibi

Leia também:
Comidinhas Americanas no 210 Diner 
Novo lugar: Butcher’s Market
NY é logo ali, no Itaim

, , , ,

9 Comentários

Um lugar especializado em bruschettas

Aproveitamos a emenda do feriado para conhecer a Prima Bruschetteria. A especialidade da casa são as bruschettas, apesar de também servirem massas, risotos e saladas.
O lugar é bem simpático, um clima de barzinho, com cardápio de restaurante. 
O preço das bruschettas varia de R$ 5,7 (pomodoro) a 23,00 (de foie gras).
Para começar, pedimos bruschettas de brie com mel e nozes (R$ 9,7) e de burrata, pesto de rúcula e tomate cereja (R$ 9,2).
A de burrata não surpreendeu muito não. A de brie é uma delícia, apesar de que não tem como ser ruim, né? É uma combinação sem erros.
Para fechar, pedimos de calabresa em molho picante (R$ 8,7) e ragu bolognese tradizionale (R$ 7,9). Gostei tanto da de ragu. Parece uma carne louca elaborada, haha. A de calabresa também é gostosa. Fomos mais felizes nessa segunda rodada.
Bom, eu comi 3 unidades e fiquei bem. Dava para comer mais, tipo a de mortadela e a de azeitonas, haha, mas parei por aí.
Gosto bastante de bruschetta, então sou suspeita para falar. Achei tudo bem gostoso: pãozinho crocante, gostinho leve de alho, cobertura farta.
O atendimento é ótimo, muito atencioso e simpático, fora que as bruschettas chegam bem rápido.
Opção perfeita para aqueles dias em que vc está a fim apenas de comidinhas.

Prima Bruschetteria – R. Aspicuelta, 471 – Vila Madalena

Experimente também as bruschettas desses lugares:
Mezzo Giorno
Don’Ana
Insalata
Di Salerno 

, , , ,

1 comentário

Bar do Alemão e sua parmegiana gigante!

Bom, pessoal, o Bar do Alemão é mais um candidato à disputa da melhor parmegiana de São Paulo. Na verdade, o restaurante nasceu em Itu, mas como já tem representação na cidade, podemos incluí-lo na competição tb.
Para honrar suas origens, a parmegiana é gigaaaaaaante.
Na última visita, estávamos em 5. Pedimos a grande (R$ 131,00) que, no cardápio, diz atender exatamente 5 pessoas. De acompanhamento, só vem arroz. Se quiser batata, tem que pedir a parte. Recomendo as batatas gomo.
Pois bem, faltou comida (para os 3 homens da mesa)! Rendeu um prato como o da foto abaixo para cada um e ainda sobrou um rabinho de carne, mas como o olho é sempre maior que a barriga (até dos japoneses), quiseram mais.
Então, pedimos a versão mini, achaaaando que era o ideal, afinal, é mini. Bom, resumindo, a mini servia mais 5 pessoas, sem exagero… quer dizer, com exagero sim, é grande demais! Até perguntamos se não tinha vindo errado.
O bife é animal, claro, mas a verdade é que eu acho que quanto menor o bife, melhor deve ser. Sei lá, deve ter mais sabor, pegar mais tempero, ficar mais uniforme. Uma coisa é certa, a mini veio mais quente.
Estava olhando para as outras mesas e a versão individual (R$ 44,00) já serve 2 pessoas, sério. Talvez tenha que completar a barriga com alguma outra coisinha, mas já dá.
No final das contas, eu não sei se é a melhor, mas deve ser a maior parmegiana de São Paulo.
Dessa vez, fui ao Alemão da Granja Viana. O lugar estava cheio, mas não insuportável. Havia feito reserva, então não tive problemas.
Aproveite o feriado para conhecer!

Bar do AlemãoRod. Raposo Tavares, km 22,30 (dentro do The Square Open Mall)
Av. Juriti, 651 – Moema

As outras parmegianas no páreo:
Degas
Baronesa

, , , ,

9 Comentários

Nunca é tarde: o polpettone do Jardim de Napoli

Finalmente, conheci o Jardim de Napoli no sábado passado. A caminho do local, lá pelas 13h, fiquei com medo da fila quilométrica que poderia pegar, mas acho que isso é mal de almoço de domingo, pois o restaurante até que estava tranquilo (= algumas mesas desocupadas).
Os garçons são muito atenciosos. O serviço é eficiente e rápido. O lugar tem cara de cantinão mesmo, para resumir a descrição.
O couvert é simples, composto de pães italianos e manteiga (R$ 7,00).
De prato principal, claro, pedimos o polpettone alla parmigiana (R$ 40,00) e conchiglione recheado de 4 queijos ao sugo (R$ 36,00) para dividir entre 2 pessoas. Como se vê na foto, parece uma coisa só de tanto molho. E é assim que eu gosto. MUITO molho, muito queijo, tudo boiando, haha.
Na verdade, eu não tenho muito parâmetro para polpettones, pois é um prato que peço pouco (= nunca) nos restaurantes italianos, mas tenho que dizer que achei esse muito bom. O que mais gostei foi da ‘casquinha’ crocante que fica por fora da carne.
Dá para comer bem, mas não se engane, não é aquela meeeega fartura a qual estamos acostumados em algumas cantinas. Uma carne + uma massa servem bem a um casal, mas vc não vai sair rolando ou levar marmita para casa.

Algumas considerações: eles não aceitam cartões Visa e o serviço de manobrista, que até então era gratuito, foi terceirizado e agora estão cobrando R$ 10,00.
Agora existe a versão ‘express’ da cantina no shopping Higienópolis (vi que vai abrir em algum outro, mas não lembro qual). Segundo a Lu, é a mesma emoção.

É uma ótima dica para o dia dos pais, só fico imaginando a fila de espera…

Jardim de NapoliR. Dr. Martinico Prado, 463 – Higienópolis

Seu pai também pode gostar do:
Templo da Carne Marcos Bassi
Degas
Shintori
Laço de Ouro
Lellis Trattoria

, , , , ,

4 Comentários

Descobrindo o Itaim no almoço 5: Millesapori

Com dica do Ariel, que deixou um comentário aqui, fui conhecer o Millesapori, um pequeno restaurante italiano de proposta bastante interessante.
Mal entrei no lugar e o proprietário, muito simpático, já foi falando o que servia no dia.
O restaurante oferece algumas combinações de refeição, da mais simples à completa, com preços diferentes.
A opção mais básica, de R$ 22,00, inclui prato principal, bebida e café. Fui de menu completão, que custa R$ 35,00, com entrada, bebida, prato principal (e repeteco!), sobremesa e café. Existem outras combinações, mas não lembro dos detalhes.
O menu muda todo dia, pelo que entendi. Quando fui, havia, de entrada, uma bruschetta de tomate, uma fatia de mortadela e um pequeno pedaço de melão. De prato principal, penne com 2 opções de molho. Escolhi pomodoro com filetes de berinjela.
Estava incrivelmente bom. Molho de verdade, bem temperado, um sabor ardidinho (que eu não sei de onde vinha, talvez da berinjela) que era muito gostoso.
De sobremesa, morangos ou sorvete de iogurte, crocante ou chocolate.
O lugar é pequeno, a comida e o atendimento são ótimos, então enche com facilidade.
Eu só acho que o repeteco tinha que ser mais generoso. Sei lá, sou ogra, achei pouco.
Outra notícia boa é que não cobram serviço!
O Millesapori só funciona das 11h30 as 15h, de segunda a sexta-feira. Vale muito a pena conhecer.

Millesapori R. Pedroso Alvarenga, 1177 – Itaim

Trabalha no Itaim? Conheça:
Mezzo Giorno
Mabella Steakhouse

, , , , , ,

1 comentário

Descobrindo o Itaim no almoço 4: Mezzo Giorno

Escondido em uma rua meio feia do Itaim, está o Mezzo Giorno, um restaurante italiano muito simpático e ajeitadinho.
O negócio é chegar cedo, pois o lugar enche rapidamente devido ao tamanho (e à boa comida, que só descobrimos depois).
Fomos muito bem recebidos com saladinha de alface, cenoura e mini milhos, além de uma cesta com pães italianos e bruschettas cobertas de parmesão quentiiiinhas e incríveis! Já me ganhou aí! E não tem miséria não, é muito pão.
Tem bastante opção, principalmente de massas, então rola uma dúvida do que pedir. Fui de risoto de mussarela e bresaola (R$ 26,00) e um suco de tangerina (R$ 4,00). Segui orientação do garçom e pedi meia porção. Foi o suficiente! Também, depois de ter comido 40 bruschettas… mas é sério, meia porção serve bem. Achei um pouco salgado, mas gostoso.
Palugan foi de paillard di filetto com risoto de funghi e achou bom, mas não excepcional. Ele não curtiu muito esse lance de filé fino, haha.
Não deixe de experimentar o suco de tangerina, hit da casa, pedido em quase todas as mesas.
O atendimento é bom e eficiente. Não dá para ir sempre, senão o vale não sobrevive, mas merece muitas visitas!
Segundo o site, a casa só funciona de segunda a sexta, das 12 as 15h.

Atualizado em 13/09/2010: seguindo a dica da Renata, que deixou um comentário aí embaixo, pedi uma massa gratinada na minha última visita ao restaurante: conchiglioni al formaggi e funghi. ADOREI!

Mezzo GiornoR. Peruíbe, 29 – Itaim

Hora do almoço no Itaim:
Espaço Especialidades
Mabella Steakhouse
Madureira Sucos

, , , , , ,

3 Comentários

Petiscos com charme no Bottega Bottagallo

Bottega Bottagallo é um bar com cara de restaurante, que serve petisquinhos italianos com um toque de frescurinha. Não sei pq, mas a sensação que deu na casa é de estar de férias em algum lugar aconchegante, bonitinho e invernal. A decoração é rústica-chique, somado com o simpático e casual dos garçons de suspensórios e all-star. Muderninho mas não demais. O garçom que nos atendeu foi muito atencioso, explicando p/ nós do que se tratava cada prato. E não foi fácil decidir, as opções eram muitas e tudo parecia gostoso!

O público é variado. Familias, pessoas pós trabalho, jovens num happy hour. Mas a maioria com cara de bem nascido. hihihi. Uma mesa ao lado da nossa pediu sabe deus quantas garrafas de vinho e champanhe. Muito luxo e glamour!

Resolvemos abrir com a polenta grelhada. 4 quadradinhos com coberturinhas = R$ 13,00. Gostosinho, mas achei caro pra pouca coisa. Se for pra escolher 1 só sabor, melhor o funghi ou a gorgonzola.

Obviamente, a porção não deu nem pro cheiro. 2 segundos depois já estávamos pensando nas próximas opções. Resolvemos pedir o Plin no guardanapo e costelinha suína.

Eu gostei bastante da proposta do plin (R$ 14,00), que são agnolottis recheados com carne e verdura, sem molho sem nada, servido dentro de um guardanapo de pano. Achei a proposta simpática e gostosinha. Mas acho que se servissem o mesmo petisco em outro local, eu teria achado meio sem graça e talvez ficasse com nojinho do pano.

A costelinha de porco (R$ 19,00) foi meio decepcionante. Achei seco e duro, nada do que eu esperava.

Pra continuar a gordice, pedimos ainda uma Scapetta (R$ 21,00), pq parecia que era o prato mais pop da casa. Ficamos com inveja das outras mesas e não resistimos. No nosso pedido veio uma cumbiquinha de molho de tomate e carne, com pãozinhos tostados p/ serem “chuchados” no molho. Gostoso, mas podia vir mais pão.

E pra fechar a noite, ainda dividimos um pudim de chocolate. R$ 15,00 numa mini fatia. Nada espetacular.

Cada chopp custava 5,10, e a caiprinha de vodka nacional num copão custava 15,00.

No fim da noite a brincadeira saiu quase 90,00 por cabeça. Achei caro e as porções pequenas. Mas mesmo assim gostei bastante e voltaria. Claro que você pode não ser sem noção como a gente e pedir menos porções. É uma boa opção p/ levar um date tb. Só tem que chegar cedo, pq lá pelas 9:00 a fila de espera fica gigolesca. Em compensação, mesmo lá fora já dá pra ir pedindo bebidas e comidinhas.

Endereço: R. Jesuino Arruda, 520 – Itaim Bibi.

, , , , , , ,

4 Comentários

%d blogueiros gostam disto: