Arquivo para categoria Região da Paulista

Conhecendo a culinária indiana no Tandoor

Dia desses, conheci o Tandoor (já visitado pelo Samuel) e, apesar de não entender nada de comida indiana, gostei. Achei o restaurante honesto, a comida gostosa e o atendimento, eficiente.
Para começar, pedimos Vegetable & Chicken Samosa (R$ 12,90), os pasteizinhos indianos. Vieram 2 vegetarianos e 2 de frango. O pastel é grandinho, recheadão, de massa crocante. Eu curti mais o vegetariano, achei o de frango meio seco. Aliás, não gostei dos pratos com frango de lá. Os pedaços são muito massudos, secos demais. Para acompanhar os pastéis, chutneys de hortelã, tamarindo e papaia (R$ 5,00). Adooro o laranjinha (haha, não sei do que é).
De prato principal, dividimos o Non-Veg Thali (R$ 47,90), uma seleção de alguns pratos indianos. Tem frango, carneiro, lentilha, arroz (com especiarias), naan (pão indiano) e samosas. Curti bastante a lentilha, já que não gosto de carneiro e o frango, como falei acima, não é legal. Tudo muito cheiroso, bem temperado e apimentado na medida (suave, mas que faz esquentar a cara). O pão tb é muito bom. Feito na hora, chega quentinho à mesa.
Achei que a sugestão serve bem 2 pessoas. Não sei se é por causa dos pastéis que pedimos no começo, mas saí bem satisfeita.
Para beber, experimentei o Fruit Lassi (R$ 5,00), bebida típica indiana de iogurte natural com abacaxi. No primeiro gole, rola uma estranheza, mas depois, acostumei e achei gostosa. Quero experimentar a de maracujá.
Gostei do lugar. Já é a segunda vez que vamos. Na próxima, quero provar algo com peixe!

Tandoor – R. Dr. Rafael de Barros, 408 – Paraíso

Outros indianos:
Ganesh
Govinda

, , , , ,

6 Comentários

Hamburguer Gourmet no Burguer 3

A idéia era comer algo perto do Karaoke Paulista lá na Manoel da Nobrega. Aí me lembrei que a Jussa tinha comentado uma vez sobre o Burguer 3, então lá fomos nós.

A primeira impressão foi: Nossa, que lugar minúsculo. Ambiente clean, mas meio sem graça. E até um pouco “frio”.

Abrimos o cardápio… Ai que caro! Hamburguer normal era meio tédio, então optamos pelos Hamburguers Gourmet, com nomes de países. Eu gostei do Japão, pq se eu vejo no cardápio qualquer coisa que venha wasabi junto, não consigo não pedir.

O Hamburguer chegou desmontado no prato, com pãozinho fatiado e saladinha. Ok… Bonitinho, mas não era o que eu esperava. Eu não sou a favor de hamburguer com firula. Gosto de pão, carne queijo e molho. Não um prato bonitinho com saladinha.

Não foi ruim, mas também não foi mágico.

Resumindo: A brincadeira saiu R$ 33,50 dividindo uma batatinha e uma coca. Não acho que vale. Mas se algum dia eu estiver pelas redondezas da Paulista e sem inspiração para algum lugar novo, volto pra comer pão, carne e queijo, um em cima do outro.

Endereço: Rua Manoel da Nóbrega, 88, loja 18. Fica numa daquelas galerias antigas perto da Brigadeiro.

Mais Burguer:

St. Louis, the burguer joint
Melhor hamburguer de SP?
Descobrindo Perdizes – parte 2: O Zé
A tradição não contou…
1º vez na Joaquim Floriano
É um hit…
Fome de Hamburguer!

, , , ,

4 Comentários

Meu novo árabe favorito: Halim

Quando passei em frente ao Halim, achei que o lugar estava lotado, mas não, era apenas a galera se amontoando no balcão para comer uma esfiha ou um quibe. O salão, bem amplo, até que estava vazio.
Para começar, pedimos o trio de pastas (babaganuche, homus e coalhada seca) por R$ 21,00. A porção de pão sírio é cobrada a parte. Tudo MUITO bom, principalmente o homus e a coalhada, mais cremosa e azedinha dentre todas que já comi. Geralmente gosto muito do babaganuche, mas dessa vez, ficou em segundo plano. A coalhada estava tão boa que pedimos mais uma porção a parte (R$ 8,00).
De prato principal, fomos de kafta no espeto (grelhada na brasa, temperada com salsinha e cebola), acompanhada de arroz com aletria (R$ 22,00). Boa, mas sem muitas surpresas.
Arnaldo ainda pediu uma esfiha aberta de carne e outra de queijo. Massa fina, borda mais altinha e o melhor, a carne tem gostinho de churrasco! A esfiha de queijo, recém saída do forno, estava boa tb, mas normal.
O atendimento não é simpático, mas funciona muito bem, é eficiente e ágil.
Para fechar a refeição, vá de doces árabes ou passe no Alaska, que fica ao lado.
Conta total: R$ 86,90 para 2 pessoas. Gostei muito, muito mesmo!

Halim R. Dr. Rafael de Barros, 56 – Paraíso

Mais árabes:
Habeb, meu amigo
Descobrindo Perdizes 7 – Almoço árabe bom e barato
Comida árabe sem fim
Saj: ótima experiência na Vila Madalena
Mama de comida árabe
Esfihas mágicas

, , , , , , ,

8 Comentários

Ofner: opção pós-comilança

No dia que jantamos no Meu Sushi, como não saímos 100% satisfeitas, resolvemos fechar a noite na Ofner que era logo em frente. E no dia que fomos no St. Louis (ainda estamos devendo esse post) tb resolvemos passar na Ofner pra tomar um cafezinho. O problema é que qdo você entra lá, não tem como ficar só no café. Os doces acabam sendo irresistíveis.

No dia que eu e a Jussa estávamos numa vibe projeto verão pré-carnaval, resolvemos ser menos gordas e pedimos doces sem açucar:

Visualmente tudo é muito lindo, né? Mas foi tããão decepcionante. A bomba de chocolate foi a pior da minha vida. Não tinha gosto de nada e nem lembrava chocolate.

A Jussa foi de cheese cake e não foi muito feliz tb não:

No outro dia, já que passou o carnaval e o projeto verão 2011 pode começar bem mais pra frente, resolvemos pedir coisas gordas mesmo:

Fui de Mil Folhas: Massa folhada, com recheio de chantilly, e creme de baunilha. Estava bem bom, massa folhada sequinha. Adoro!

A Jussa pediu um Beijo de chocolate (hauhuauhauha): O doce é um Nhá Benta FAIL. O marshmallow de chocolate não tinha gosto de nada. Ela disse que até o Dan Top é melhor.

(essa foto peguei do site deles, pq a minha foto ficou… parecendo outra coisa. hihihi)

Os doces custam em torno de R$ 6,50. E o café por volta de R$ 4,50

A bomba de chocolate deles costuma ser incrível. Hum…. E na parte de salgados, a coxa creme tb costuma ser sensacional!
É uma opção OK para um cafézinho, principalmente pq algumas unidades são 24 horas com wi-fi.

Lojas Ofner que nós conhecemos e que funcionam 24 horas:

Alameda Campinas – Ambiente normal, falta um pouco de charme.
Endereço: Alameda Campinas, 1160 – Jardins

Moema – Mais simpático, com mesas no jardim.
Endereço: Av. Ibirapuera, 2033 – Moema

Dá pra fazer pedidos no site deles, com cobrança de taxa de conveniência ou frete!

Endereço de todas as lojas Ofner, aqui.

, , , , ,

2 Comentários

Pastel + sorvete = felicidade!

Na nóia de comer pastel, Arnaldo e eu fomos ao Yokoyama no domingão. A gente fez a festa. Aí vão nossos pedidos e considerações:
– Bolinho de carne: feito com massa de batata, é bom, mas não achei nada demaaaais;
– Esfiha fechada de carne: muuuuito boa! A massa é bem fina, o recheio é farto e gostoso! Adorei!
– Pastel de queijo: pedi errado! O pastel de queijo é, na verdade, de queijo BRANCO. O tradicional de queijo é o de mussarela. Bom, nem preciso falar que não gostei, né? Não curto pastel light, hehe.
– Pastel de palmito: bem recheado, bem temperado. Como foi o primeiro que comi, me surpreendi mais com a massa.
– Pastel de camarão com catupiry: bem bom. Veio tanto recheio, que a massa rachou. Arnaldo teve que comer o pastel com garfo. Vergonha!
– Pastel de palmito com atum: não experimentei, mas com o histórico acima, ruim não deve ser.

A massa do pastel é bem fininha, sequinha e crocante. Os pastéis vêm muito bem recheados. Gostei muito, mas ainda prefiro a massa do Yoka (que nem sujava o papel de óleo).
Total da conta, com 2 Cocas: R$ 32,00! O preço dos pastéis varia de R$ 3,30 a 6,70.

No fim do dia, fomos, ainda, ao America aproveitar o 6º Festival de Frozen que tá rolando. Eu pedi uma das sugestões do evento: Frozen Brigadeiro de Pistache (frozen yogurt com brigadeiro de pistache, salpicado com farofa de pistache e crocante de brownie, R$ 12,40). Arnaldo não quis arriscar e pediu nosso favorito, o de Nutella com calda de frutas vermelhas (R$ 12,40). Eu gostei do de pistache. O brigadeiro fica molinho e dá para misturar ao iogurte. É doce na medida. Gostosinho mesmo é o biscoito de brownie! Mas olha, não bate o frozen de Nutella. Esse é campeão.

YokoyamaR. Luís Góis, 1151 – Mirandópolis
Av. Lins de Vasconcelos, 1365 – Cambuci
AmericaAl. Santos, 957 – Cerqueira César
+ um monte de endereços

Mais diversão:
Pastel da Sena Madureira
O japonês e seu pastel incrível!
Pastel made in Brazil
Tomando iogurte no Jardins.
Alaska: destino certo para fugir do calor
O incrível mundo dos picolés bizarros do cerrado!

, , , , , ,

2 Comentários

Carê house acabou, mas ainda temos o Pub Kei

A expectativa era alta… Ficamos sabendo pelo Bicho que a Mãe Carê do CB tinha passado os segredos carêísticos para o novo restaurante que iria abrir na praça de alimentação no TOP Center. Então, lá corremos nós para conferir.

Foi chegando lá que associei que o Pub Kei era restaurante era o antigo vizinho do CB. Lembra? Aquele dos sofás floridos que dava medo de entrar? Agora, tem o lado restaurantinho com uns 15 lugares e um balcão, bem clean e agradável, e do outro lado separadinho é um “Pub”, onde ainda precisamos mandar algum representante masculino para conferir esse lado B do negócio.

Abrindo o cardápio, vi que existiam inúmeras opções de comida e que só teríamos 3 opções de curry: Katsu (milanesas), Curry rice e Curry Lamen. O que me deixou decepcionada, porque o prato que eu mais gostava era o Beef Curry, que era só carne molinha e molho. =(

Como eu estava com a Ayagui, representante do Vaiquevai que obviamente iria provar o carê, eu resolvi fugir do padrão da mesa e pedir coisinhas diferentes.

Começei com um Kaki Furai, que são ostras empanadas. Chegaram crocantinhas e muito gostosas mesmo! Pena que só vinha 4 e custava R$ 26,00!

pubkei005
Depois eu quis pedir um temaki de ouriço do mar, mas não tinha. Então fui no basicão Salmão tradicional sem maionese que custava R$ 10,00. Eu achei bem feitinho, mas nada demais. E ele ainda colocou pepino dentro, o que eu achei meio desnecessário.

E pra fechar, pedi um Tchawan-muchi, que é uma sopinha leve feita de ovos com frutos do mar dentro. Fica tipo um pudinzinho de ovo. Esse sim estava MUITO bom, super bem preparado, fofo e caprichadíssimo. Mas eu também achei meio caro. R$ 16,00 a tigelinha.

pubkei009

Agora me pergunta… E o carê? Provei um pouquinho o das meninas. Posso dizer que estava bom, mas não era o mesmo da Mãe Carê. Leia no Vai que vai o relato de uma amante do curry.

Fofoca! Dizem que a Mãe Carê ainda queria continuar com o restaurante, mas o filho é que não estava mais interessado! Maldito Kung Fu! E que a Mãe Carê fica triste por ter abandonado seus clientes. Tadinha. =(
Sim!!! Estamos tristes! Entra no google, Mãe Carê!

Bottom line: O atendimento é fofo e atencioso, o lugar é cheio de detalhezinhos fofos japoneses, a comida é bem preparada e bem apresentada, tudo gostosinho. Só é um pouco caro. Minha conta com os pratos acima e uma coca saiu R$ 59,00.

Endereço: Top Center, segundo andar – Av. Paulista 854.

Leia a novela carêística aqui:
Carê da Batchan
Curry House fechouuuu!!!
Não sabemos o paradeiro do Curry House, mas…

, , , , , , , , , , , , ,

9 Comentários

Ótimo lugar de peixes perto da Paulista (e honesto)!

Uma casinha meio rústica/antiga na Al. Jaú abriga o Salmon & Co, um restaurante especializado em salmão (dã) e trutas.
Por fora, o lugar é simpático. Por dentro, é meio pedreiro. Quadros da Suíça e móveis de madeira decoram o local.
Não havia nenhum cliente qdo chegamos, às 12h20 do sábado. Então, escolhemos uma mesa e fomos esquecidos pelo garçom. Tive que ir procurá-lo para que tirasse nosso pedido. O atendimento não é simpático, mas mostrou-se eficiente.
O couvert de R$ 4,50 tem pãezinhos, manteiga, patês de salmão e de truta e tartar de salmão. Gostei mesmo é do patê de truta. Bem gostoso. O de salmão estava doce, parecendo um molho rosé.
Pedi filé de pescada à dorê com molho de camarão, arroz à grega e purê de batatas (R$ 18,90). Adorei! Só achei o molho um pouco forte, meio Pomarola, sabe?
Arnaldo foi de truta à Belle Meunière (alcaparras, champignons e camarão na manteiga) e pediu de acompanhamentos (podia escolher 2) arroz com brócolis e fritas (R$ 25,00). Estava tudo mto bom!
Gostei bastante! Pratos bem servidos, caprichados e ótimos. E o melhor: preço acessível! Entrou na nossa lista de lugares “para comer peixe que não seja japonês”.
É uma ótima opção para quem está naquela região, quer comer peixe bem feito, sem deixar as calças em um restaurante chique ou enfrentar fila no quilo.
O lugar tb serve pratos com bacalhau, tilápia, camarão, além de massas, risotos, petiscos etc.

Salmon & CoAl. Jaú, 1199 – Jardim Paulista

Mais peixe bom:
Descobrindo Perdizes 5 – Peixe no Espaço Tambiú
Rufino’s no Guaru

, , , ,

1 comentário

%d blogueiros gostam disto: