Arquivo para categoria Ipiranga

Uma noite de paella e flamenco

Foto cedida pela Ana

Um dia, a Ana, do Un Poquito: Ni, veio me dar umas dicas de restaurantes no bairro do Ipiranga. Entre as sugestões, estava o Paellas Pepe. Na mesma semana, por coincidência, o Mário Gutierrez, que é de lá, deixou um comentário no blog.
A convite (irrecusável) dela, fui conferir o famoso prato e assistir à apresentação de flamenco da Cia de Dança Herencia Flamenca!
Para se fartar de paella, é preciso fazer reserva. A iguaria é feita na hora, de acordo com o número de pessoas que reservaram. Ou seja, vc vai comer… e muito, se quiser. Se vc chegar cedo, consegue assistir ao preparo de pertinho.
Quando a dona toca o sino, é hora de atacar! Ao servir, ela pergunta o que vc quer, caso não coma algum tipo de fruto do mar. Tem camarão grande, camarãozinho, lagostim, lula, marisco, mexilhão, vôngole, frango.
A paella é muito gostosa. Se fosse só o arroz, com todo aquele tempero e sabor de frutos do mar, já seria bom demais.
Repeti duas vezes. Confesso que bate uma preguiça de ficar descascando camarão e abrindo lagostim. Se eu estivesse em casa, comeria com a mão, mas fui cortando com garfo e faca mesmo, correndo o risco que o lagostim saísse voando.
O atendimento é feito pelos próprios donos que, pelo que entendi, abrem sua casa (a garagem) para servir a paella.
A apresentação de flamenco é bem legal, bastante empolgante! Impossível não bater o pé junto, haha. Parabéns, Ana
Achei o preço muito justo: R$ 49,00 por pessoa.
Para quem não come paella, há outras opções no cardápio. Não deixe de pedir a porção de jamón Pata Negra.
Recomendo muito! Adorei a experiência.

Alguém aí tem mais dicas do bairro? Paellas Pepe, Seu Oswaldo. Tô adorando o Ipiranga!

Paellas PepeR. Bom Pastor, 1660 – Ipiranga

Anúncios

, , , , , ,

5 Comentários

Nunca é tarde II: o hambúrguer do Seu Oswaldo

Aproveitamos o feriado de junho para conhecer o famoooso hambúrguer do Seu Oswaldo.  
Para evitar muita fila, chegamos por volta das 19h do sábado. Deu certo, estava vazio (ainda que sem lugar para sentar). Adiantamos nossos pedidos, esperamos um pouco e logo nos chamaram para o balcão.
Arnaldo e eu pedimos 4 hambúrgueres de uma vez, seguindo recomendação de várias pessoas: ‘já peçam, no mínimo, 2’.
Foram 2 cheese salada, 1 cheese egg e 1 cheese salada bacon.
Chegaram depois de certo tempo, então, ataquei, primeiro, o cheese salada. 
É uma alegria meio inexplicável, pois o hambúrguer é pequeno (cabe em uma mão), a carne é fina (parece um bife), o recheio é simples. É pão, carne, queijo, alface, maionese. O cheese salada como ele deve ser… com molho de tomate caseiro. Quem lê, pensa ‘e daí, tem nada demais’. A diferença, talvez, esteja justamente no molho ou na combinação de tudo, sei lá.
O molho, para mim, pareceu molho de tomate de pizza boa, daquelas originais mesmo.
O cheese egg tb é gostoso, mas ainda preferi o salada, pq dava para sentir melhor o gosto de tudo. Nem vale a pena colocar catchup ou mostarda.
É ótimo. Juro que pensei em ir para o terceiro (Arnaldo foi), mas achei que passaria dos limites. Preferi sair bem do que rolando (ainda que feliz).
Além de tudo isso, o atendimento é mega simpático.
A conta saiu por volta de uns R$ 25,00 por pessoa (com bebidas e chutando alto). Ah, não aceitam nenhum tipo de cartão!

Hambúrguer do Seu OswaldoR. Bom Pastor, 1659 – Ipiranga

Nunca é tarde:
Nunca é tarde: o polpettone do Jardim de Napoli 

, , , ,

12 Comentários

%d blogueiros gostam disto: