Arquivo para categoria Santo Amaro

Você sabe o que é o Hot Pot?

Outro dia desses foi o aniversário da minha mamãezinha. E para poupá-la da cozinha nesse dia, resolvemos levar ela pra jantar no China Lake, o restaurante clássico dos chineses para casamentos (sim, nós casamos em restaurantes) ou quando você quer convidar alguma familia para jantar e quer fazer bonito. O ambiente é um chique clean. Alguns toques orientais sem parecer que a china explodiu lá dentro, e não entra na categoria de restaurante chinês baratinho. Mas, tava friozinho e meu irmão estava louco para comer “Huo Guo”, ou “Hot Pot” para os chineizinhos americanizados.
O Hot Pot é tipo um sukiyaki, mas é mais ensopado. Eles colocam um fogareiro na mesa e um panelão de sopa. Essa panela normalmente tem uma divisória no meio, para pessoas que querem metade da sopa apimentada e a outra metade não. Dentro dessa sopa você vai cozinhando os ingredientes crus disponíveis. Lá no china lake, é como um buffet. Os ingredientes ficam numa mesa enorme no salão e você vai pegando tudo que der vontade e qtas vezes quiser: Camarões, lulas, lagostim, carangueijo, carne de porco, carne de vaca, carneiro, cogumelos, mil tipos de verduras, bolinhas de peixe, kani, macarrõezinhos, bifum e etc. A variedade é grande.
Como comer:
A a gente pega uma tijela, quebra um ovo cru, coloca uma colherzona de um molho chamado “Sa Tsa”, que eu já vi muita gente chamando de molho Barbecue e eu não sei porque. O gosto não tem nada a ver. A cor é similar, mas o barbecue é doce e o “Sa Tsa” é meio apimentado e salgado. Enfim… bate o ovo, o molho sa tsa e um pouco de shoyu numa tijela e voilá! Qdo as coisas que você colocou na panelona estirevem cozidas, molhe no molho e coma. E não fica torcendo o nariz pro ovo cru não. Nem fica com gosto ovo. Bom, mas se você realmente tem um nojo absurdo, não é obrigado também. Existem umas 4-5 opções de molhos pra você escolher. E se mesmo assim não gostar de nada. Fique no shoyu mesmo.
Preço do Hot Pot: R$ 45,00 por cabeça. Não é muito baratinho, mas você come até explodir. E para não fugir da regra da sobremesa clássica, nesse valor está incluso a melancia. =)
Se você quiser saber como funciona o China Lake a la carte, leia esse post:

Outro dia desses foi o aniversário da minha mamãezinha. E para poupá-la da cozinha nesse dia, resolvemos levá-la pra jantar no China Lake, o restaurante clássico dos chineses para casamentos (sim, nós casamos em restaurantes) ou quando você quer convidar alguma familia para jantar e quer fazer bonito. O ambiente é um chique clean. Alguns toques orientais, sem parecer que a china explodiu lá dentro. Portano, já dá pra imaginar que ele não entra na categoria de restaurante chinês baratinho. Mas, tava friozinho e meu irmão estava louco para comer “Huo Guo”, ou “Hot Pot” para os chineizinhos americanizados.

chinalake_0649O Hot Pot é tipo um sukiyaki, mas é mais ensopado, perfeito pro inverno. Eles colocam um fogareiro na mesa e um panelão de sopa. Essa panela normalmente tem uma divisória no meio, para pessoas que querem metade da sopa apimentada e a outra metade não. Dentro dessa sopa você vai cozinhando os ingredientes crus disponíveis. Lá no china lake, é como um buffet. Os ingredientes ficam numa mesa enorme no salão e você vai pegando tudo que der vontade e qtas vezes quiser: Camarões, lulas, lagostim, carangueijo, carne de porco, carne de vaca, carneiro, cogumelos, mil tipos de verduras, bolinhas de peixe, kani, macarrõezinhos, bifum e etc. A variedade é grande.

Como comer:

A a gente pega uma tijela, quebra um ovo cru, coloca uma colherzona de um molho chamado “Sa Tsa”, que eu já vi muita gente chamando de molho Barbecue e eu não sei porque. O gosto não tem nada a ver. A cor é similar, mas o barbecue é doce e o “Sa Tsa” é meio apimentado e salgado. Enfim… bate o ovo, o molho sa tsa e um pouco de shoyu numa tijela e voilá! Qdo as coisas que você colocou na panelona estirevem cozidas, molhe no molho e coma. E não fica torcendo o nariz pro ovo cru não. Nem fica com gosto ovo. Bom, mas se você realmente tem um nojo absurdo, não é obrigado também. Existem umas 4-5 opções de molhos pra você escolher. E se mesmo assim não gostar de nada. Fique no shoyu mesmo.

Preço do Hot Pot: R$ 45,00 por cabeça. Não é muito baratinho, mas você come até explodir. E para não fugir da regra da sobremesa clássica, nesse valor está incluso a melancia. =)

Endereço: R. Marechal Deodoro, 525 – Santo Amaro.

Se você quiser saber como funciona o China Lake a la carte, leia esse post: Chineses: Chique VS Chique

, , , , , , , ,

8 Comentários

Novo mexicano… agora no shopping

Mais um fast-food mexicano acaba de aparecer em SP. Só que esse realmente me surpreendeu.
O Chili Peppers funciona no esquema normal de fast-food, ainda que um pouco zoado. A moça do caixa mal olhava pra nossa cara pq achava mais interessante prestar atenção nos outros funcionários. Com isso, errou nosso pedido, claro.
Bom, fomos de Burrito Classic e quesadilla (R$ 12,90 cada). Depois de pagar, vc pode acompanhar a montagem do prato. O serviço se mostrou confuso. Gente demais em espaço de menos, mas nosso atendente foi muito simpático. O Arnaldo pediu um pouco de chili (que não fazia parte do seu pedido) e, além de conceder, o cara ainda colocou uns nachos para acompanhar.
A carne usada em ambos os pratos é desfiada. Parece carne louca. O burrito é gigantesco e frio. A quesadilla é servida quente, mas estava meio seca por dentro. Faltou salsa. Aliás, a salsa é muito boa. Pra mim, estava na medida. Só achei bizarro o arroz que colocam no recheio do burrito. Bom, acho que dá pra pedir sem.
No geral, gostei. Não que seja um substituto do El Kabong ou do Si Señor, mas, na minha opinião, passou a ser a melhor opção de mexicano bom-barato-rápido entre todos que conhecemos (e relatamos) aqui.

Chili PeppersShopping Market Place

Mais mexicanos pela cidade:
Viva el Texas!
Procura-se um mexicano (em complemento ao post da Estene)

Faltou pimenta…

E a busca pelo mexicano bom e barato não pára!

Mexicano sem Chilli

Ôlloco, meu!

Señor mexicano

Mexicano escondido

, , , , , , , , ,

11 Comentários

Chineses: Chique VS Chique

Nas duas últimas semanas fui a dois restaurante chineses. Um é um dos mais tradicionais e chiques da cidade – o China Lake, no Santo Amaro, onde ocorreu o casamento de amigos. O outro foi o novo Restaurante Chique, na Liberdade. Isso mesmo, esse é o nome! haha. Não é maravilhoso morar em um país estrangeiro? Você pode chamar o seu restaurante do que quiser e todo mundo vai achar engraçado ao invés de “baiano”.

Sopa de barbatana de tubarãoPato de PequimVieiraLagostaFrango XadrezSobremesa

Devo adiantar que não foi por causa do casamento que a coisa foi especial. O China Lake sempre mantém uma qualidade acima da média dos chineses. Sem surpresas – apresentação de primeira e comida impecável, apesar de eu achar que não é a mais gostosa. Na entrada foi a sopa de barbatana de tubarão e alguns pratos frios, destacando-se o pepino temperado, azedo e doce. Depois veio o Pato de Pequim, muito bom, mas ainda prefiro o do Chinatown (a pele do pato vem com um pouquinho de carne). Depois venho vieira (é o bicho estranho da foto), lagosta, risoto, frango xadrez e carne com legumes. Pra finalizar com grande estilo, frutas e o arroz doce com oito ingredientes (ummm.. veja a foto). Não sei quanto foi, mas chuto algo torno de R$150 por cabeça. Numa refeição normal, sem todos os pratos caros (principalmente os do mar), deve ser uns 50.

Restaurante ChiqueCostela de Porco

No Restaurante Chique, pedimos frango com shoyu ao vapor e tofu com legumes. Estava bem temperado, mas o tofu estava estranhamente azedo. Não sei se eles partiram do pressuposto que restaurante, pra ser chique, tem que ter pratos pequenos. Para quem está acostumado com os outros chineses ogros da cidade, foi um choque. Pedimos mais uma costela de porco com shoyu, açúcar e gergelim pra complementar. Preço: R$25 por pessoa (estávamos em 3). Por esse preço existem melhores na Liberdade. A não ser que você queira pagar um pouco mais pelos pratos menores e decoração bonitinha na entrada. Até que eles se esforçaram..

China Lake: Rua Marechal Deodoro 525, Santo Amaro, Tel: (11) 5524-7921

Restaurante Chique: Rua da Glória 715, Liberdade, Tel: (11) 3271-9771

, , , , , , , , ,

8 Comentários

%d blogueiros gostam disto: