Posts Marcados comida asiatica

Ban Kao, Tailandês moderninho

Para começar bem o ano, o primeiro post vai ser sobre um lugar com um pouco mais de luxo e glamour do que normalmente vemos por aqui.

Todo fim de ano fazemos um encontro dos ricos e famosos com alguns dos amigos mais próximos. E no ano que acabou de passar, combinamos de ir num Thai no Itaim. Chegando lá, percebemos que a casa tinha fechado e no lugar abriu o Ban Kao.

Pelo nome, já deu pra perceber que o lugar é inspirado na Ásia. A decoração conta com vários elementos Asiáticos, que mistura um ambiente intimista com um toque modernete e luxo Tailandês. Eu achei bem bonitinho, super date-friendly, escurinho, sofazinhos, lounge music.

O triste foi que devido ao trabalho insano no fim de ano, eu cheguei no restaurante muito mais tarde do que o combinado, e o pessoal já estava terminando a sobremesa. Abri o cardápio e estranhei a combinação de comida japonesa, chinesa, tailandesa e sabe deus mais o quê. O curry e o leite de coco predominava em muitos pratos. Acabei optando por um prato com filé mignon e curry, mais pq fui induzida pelo desenho do nível de pimentinhas do prato. Foi o prato mais picante com “carne de verdade” que achei cardápio.

A apresentação do prato me decepcionou um pouco. Achei simplão demais. O sabor estava bom, achei bem apimentadinho, de acordo com minha expectativa. Normalmente eu sempre me decepciono com o nível de ardor da comida. Achei a carne um pouquinho durinha, por ser filé mignon, mas ainda assim estava bom. E a porção é bem servida, dava pra dividir com mais uma menina fácil.

A média de preço dos pratos era de 40-50 reais. Minha conta final deu uns R$ 70, com refri + uma dose de vodca (bem miguelenta por sinal).  Para os que pediram entradinha + prato + sobremesa + alcool, a conta final deu por volta de R$ 120,00. Não é absuuurdamente caro, mas tb não é pra todo dia.

Bottom line: Ambiente muito bom pra levar date, qdo a verba tá folgada. Só se certifique se a outra pessoa é adepta aos temperos asiáticos.

Endereço: R. Manoel Guedes, 444 – Itam Bibi

, , , , ,

1 comentário

E não é que voltei no Hitam?

Num post 2 meses atrás, eu disse que não fazia questão de voltar ao Hitam. Ainda mantenho a mesma opinião, mas lá fomos nós novamente numa terça-feira e pra variar não tinha mais ninguém. Sentamos na parte da frente da casa, espaço aberto, pq somos fumantes malditos e ficamos passando frio. Mas ainda acho o lugar um tanto quanto romantiquinho.

Pedimos uma porção de pasteizinhos que tinha uma massa que lembrava tortinhas do Mc Donalds. Bom, mas não valia o preço. Acho que era uns R$15,00 e olha a quantidade:

IMG_0666

Depois pedimos os bowls. 1 de Frango Thai, outro de Camarão Picante e + 1 de Cogumelos. O que me decepcionou um pouco foi a quantidade de pimenta. Sabe quando o cardápio tem uma pimentinha desenhada? Até me animo. Na hora que chegou o prato, praticamente pimentaless. Mas sim, a comida continua sendo gostosinha. Só reclamo sempre do tamanho da porção.

IMG_0667

Endereço: Rua Áurea, 333 – Vila Mariana

Leia o post anterior: Ásia na Vila

, , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Ásia na Vila

Apesar de sempre estar naquele quadrilátero de restaurantes/bares da Vila Mariana, eu nunca tinha reparado no Hitam até vê-lo na lista do Restaurant Week. Como na época tinham outros restaurantes mais interessantes que eu queria conhecer, o Hitam acabou saindo da listinha. Então, numa dessas terças-feiras em que eu e a Krodir deveríamos estar correndo no parque do ibirapuera, resolvemos trocar o programa fitness projeto verão 2010 por uma comilança gorda. 

Chegamos por volta das 19:30 e restaurante estava completamente vazio. E essa situação se manteve ao longo da noite. A vantagem é que tivemos a oportunidade de sentar onde quer que a gente quisesse. A casa é bem bonitinha e toda a decoração está a venda. O chão das áreas ao ar livre do térreo são todas cobertas de pedrinhas (meninas, cuidado com o salto agulha nessas horas). Fora isso, a iluminação é fraca, agradável e romantiquinha. No segundo andar tem um salão com várias mesinhas e até mesa na sacadinha. 

O restaurante é um mix de comida brasileira, indiana e Thailandesa. 

Pedimos de entrada um “kit” degustação (Mais ou menos R$ 30,00), que vêm com poucas unidades de todos os petiscos da casa. Apesar de tudo ser bem feitinho e gostoso, a porção era pequenina demais.  

De prato principal resolvemos dividir um Bowl veggie Trio de Cogumelos (Mais ou menos R$ 28,00), que é uma tijela com Shitakes, shimejis e outro cogumelo, castanhas, moyashi, tudo ao molho de shoyu. De acompanhamento, pedimos o Sobá, que é um macarrãozinho integral. Gostei muito desse prato, mas estava um pouco salgado. 

Me interessei pelas sobremesas como por exemplo o crepe de Nutella com Pimenta, mas como eu queria provar a sorveteria vizinha Frutos do Cerrado, acabei deixando passar. 

Além da comida inspirada na Ásia, eles oferecem também chás e sucos com misturas orientais e caipirinhas diferentes. 

É uma boa opção para quem está procurando um restaurante para um encontro de meninas ou para um date simples mas romântico, sem te custar os zoio da cara. Mas sinceramente, fora o charme da casa, o lugar não surpreende muito. Voltaria, mas não faço questão. 

Endereço: Rua Áurea, 333 – Vila Mariana

Mais Thai e indiano:
Mais Thaï Gardens no Restaurant Week
Restaurant Week Rendeu!
Mistureba
A caminho da Índia
Louvado Ganesh

, , , , , , , , , , , ,

6 Comentários

Mais Thaï Gardens no Restaurant Week

Complementando o post do Samuel, falo sobre o almoço do Thaï Gardens no Restaurant Week. Fiz reserva logo de manhã, mas, chegando ao local, o horário e número de pessoas estavam errados. Tudo bem, fomos prontamente atendidos e levados para uma mesa.
Realmente, o restaurante é bem bonito. Eu sempre achei que era um lugar cheio de frescura. É caro, mas não impossível. Dá para ir em datas especiais.
Tb fui recepcionada por um oriental vestido a caráter, mas ele tinha sotaque castelhano, sei lá, haha! Eu não entendia o que ele falava.
No almoço (R$ 25,00), eram servidos:
Pattani (salada de frutas com suco de limão, tamarindo e molho de peixe) ou Kai Sattee (espetos de peito de frango grelhado e marinado no leite de coco e molho de amendoim) de entrada;
Kai Krapão (frango moído salteado com manjericão, vagem e pimentões) ou Pla Lad King (milanesa de cação salteado com gengibre, shimeji e pimentões) de prato principal e;
Thaï Sagu (sagu com raspas de coco natural no leite de coco) ou Kanom Wan (banana cozida com leite de coco) de sobremesa.
Apesar de achar que o frango dos espetinhos tinha muita gordura, achei o sabor incrível. Não avisam, mas é ardido, porém, pela quantidade de espetos que veio, ficou na medida.
Fui mais feliz do que Arnaldo ao pedir a milanesa de cação. Ótima, com sutil sabor de gengibre, bastante cebola e pimentões grandes.
As sobremesas eram medianas, nada demais. Um sagu (verde!) suave com gostinho de leite de coco e uma banana quente normal.
Resumindo, gostei mto dos espetinhos! Na verdade, o que me convidou a voltar foi o buffet de especialidades tailandesas, a R$ 45,00 no almoço de sábado. É variado e parece mto bom.
Nossa, era pra ser um post breve. Não deu.

Thaï GardensAv. Nove de Julho, 5871 – Jardim Paulista

, , , , ,

Deixe um comentário

Chi Fu Grandão!

No outro sábado fui no Chi Fu grandão! É o novo endereço do Chi Fu, a poucos passos do antigo endereço (perto da Praça da Liberdade).

O lugar agora tem três andares! Está mais espaçoso, com mutas mesas no térreo e 1o. andar e salinhas privadas no 2o. Mas, mesmo assim, estava lotado. O elevador não funcionava, então tive que subir a pé.

A decoração não é fantástica, mas eles se esforçaram um pouco. O atendimento aparentemente é feito pelas mesmas moças (mesma delicadesa chinesa). A comida continua a mesma boa de sempre. Por se tratar de um casamento, comemos alguns pratos diferentes do usual, como caranguejo gigante (parecido com a centolla chilena, mas não sei o nome exato!), que estava bom, apesar de eu não gostar muito de caranguejo. Também comemos pato (muito bom), legumes, tofu, peixe, lula frita (excelente, a massa sequinha e crocante), arroz frito (alegria dos que não gostam de comida chinesa), re fan (macarrão feito de arroz), sopa de barbatana de tubarão (não gostei muito, achei sem gosto), entre outros. E como a Ju já tinha comentado no post dela, ocorrem bizarrices por lá, como o prato de frios chegando depois de vários pratos quentes. Quando a comida é boa, perdoamos essas gafes.

O preço vou ficar devendo, obviamente eu não sei! Obrigado e parabéns, J&S! Gong Xi Fa Qai! (boa fortuna, em chinês).

Alguém me disse esses dias que o Chi Fu foi considerado por uma revista de avião o melhor restaurante chinês fora da China. Eu acho muito exagero. Com certeza um dos melhores de São Paulo. E não creio que a pessoa que escreveu isso tenha viajado a Ásia inteira pra ter o direito de afirmar isso.

Leia também:

Chi… Fu!

, , , , , , , ,

4 Comentários

Mistureba

Há um bom tempo, queria conhecer o Mestiço. Então, no sábado, o Arnaldo deu a idéia e fomos. Chegamos às 21h e já havia espera. A hostess previu 50 minutos! A parte da frente, reservada para o bar/espera estava cheia, mas não lotada. Sentamos e pedimos o “Nobu”, uma entrada composta de shitake e champignon refogados, rúcula, parmesão; além de uma caipirinha de saquê de lichia que, segundo o Arnaldo, estava bem boa.
Fomos chamados depois de 30 minutos (só que na área de fumantes, que vagou primeiro). Até que rápido. A entrada foi servida já na mesa. Na hora que vimos, pensamos “bom, pode pedir pra mandar o restante”.
O prato era bom, mas pequeno para nós, pedreiros. O problema é que o parmesão tomava conta do prato, tanto no cheiro, qto no sabor.
O cardápio é variado, com pratos influenciados pela cozinha tailandesa, vietnamita, brasileira. Daí, vc entende o Mestiço, dã! Não sei se isso é conceito ou se é pra agradar todo mundo no final das contas.
O Arnaldo pediu carne com curry, leite de coco e abobrinha. Era demais (!!), mas BEM (BEEMM) ardido, conforme avisado no cardápio. E não é frescura minha não. Para ele tb estava. No início, predomina o leite de coco, depois, só o picante. Suadeira total.
Eu pedi frango com gengibre e shitake. Mto bom tb, com predominância do sabor do gengibre. Os dois pratos são acompanhados de tigela de arroz.
As sobremesas eram lindas. Pedi um creme de chocolate belga que estava bonzinho, porém achei meio gorduroso.
Saímos de lá e a frente estava LOTADA, infernão mesmo! Então a dica é ir cedo.
O lugar é barulhento, a comida é boa, o atendimento eficaz (mesmo lotado) e a conta é… salgadésima.
Dividindo, saiu uns R$ 73,00 para cada (incluindo os 10% e valet, R$ 10,00)!
Vale para uma ocasião especial, hehe.

Mestiço – R. Fernando Albuquerque, 277 – Consolação

, , ,

2 Comentários

Louvado Ganesh

Sábado à noite fomos no Ganesh, restaurante indiano que fica no Shopping Morumbi. É um dos restaurantes que eu vou com a certeza de uma noite agradável. Nunca está cheio. Sempre que fui, consegui sentar nos sofás. O atendimento é impecável, todo mundo é atencioso e ao mesmo tempo discreto, condizente com o ambiente. Sabe quando o garçom quer aparecer? Bater papo e fazer piadinha? Pois é, é o contrário.

Ganesh - CouvertGanesh - Pratos Principal

Uma das coisas que me atrai é o couvert. O pão indiano quentinho com inúmeros tipos de molhos: mango chutney, banana e coco ralado, a base de gengibre, iogurte, etc. Muito bom. Dessa vez a escolha do prato não foi das melhores. O medalhão de filé mignon estava no ponto, mas o molho curry estava muuuito fraquinho. O molho de pimenta a parte é bafo de dragão (lembram do episódio do Simpsons em que o Homer come uma pimenta e começa a ter alucinações?), então fica ou 8 ou 80. Segundo o pessoal do trabalho, a escolhe foi péssima. Onde já se viu indiano comer filé mignon? hehe

Próxima vez voltamos ao carneiro. Tá certo que indiano normalmente é vegatariano. O Ganesh está muito longe de ser o indiano mais típico, mas acho que prefiro o ocidentalizado mesmo.

A conta sai por R$50 por pessoa. Caro, mas compensa de vez em quando. Os combinados parecem interessantes à primeira vista, mas não oferecem nenhum desconto. Prefiro pedir avulso.

Bottom line: Pagando pra ver, cheirar, degustar, relaxar.

, , , , , , , ,

2 Comentários

%d blogueiros gostam disto: