Posts Marcados crepe

Novidade no shopping: Crepes & Waffles

Dia desses, Estelis e eu fomos ao shopping Vila Olímpia bater perna. Na hora da fome, a gente decidiu comer alguma coisinha que não fosse uma mega refeição.
A praça de alimentação não agradou e, foi aí que vimos o Crepes & Waffles. Ficamos na dúvida se entraríamos ou não, mas o cheiro nos convidou a escolher uma mesa.
Dando uma pesquisada, vi que se trata da primeira filial brasileira de uma cadeia de restaurantes colombiana. O ambiente é bem ajeitadinho, cara de ‘lugar que vai dar certo’, como disse a Estelis.
Pedi um crepe de 3 queijos (mussarela + mussarela de búfala + outro que não lembro, R$ 24,40) e Estelis foi de crepe de champignon com alho (R$ 18,10). A gente achou esquisito que o crepe de champignon tinha ‘caldo’. Ela gostou, achou interessante, mas preferia ter pedido outro sabor. O meu estava bom, mas tive que comer em 10 minutos antes que o queijo ficasse duro e enjoativo.
De sobremesa, dividimos um mini waffle de Nutella (R$ 7,50). Achei que o chantilly estava sem açúcar, muito esquisito. De resto, OK.
Resumindo, gostei do lugar pq é especializado em 2 coisas que gosto muito, mas achei meio caro. Por ser um restaurante de rede tem seu charme.
Vale a pena voltar para experimentar outros sabores e afundar a cara no waffle gigante com sorvete!

Crepes & WafflesShopping Vila Olímpia

Mais crepes e waffles:
Crepe romântico no Carambolla
Crepe do Crepon
Crepão!
Homenagem ao Pibu’s!

, , , , ,

5 Comentários

Crepe romântico no Carambolla

No último encontrinho com a Jussa resolvemos conhecer algum lugar novo, mas com cara de menina. Algum lugar com ambiente fofo e comidinha leve. Eu já tava meio cansada de cervejas e lugares ogro da floresta. Sendo assim, ela sugeriu o Carambolla.

O lugar é bonitinho fofo, tem um quê de clima praiano, mas sem ser caiçara tosco. Ambiente meia luz, cadeirinhas coloridas diferentes e vela na mesa. Um tanto quanto românteco demais pra mim, mas tudo bem. Só tinha menina lá e um ou outro casal perdido. Achei o atendimento meio lerdo e disperso. O local nem é tão grande e nem estava cheio, mas demoravam pra vir atender. Qdo perguntamos como era um determinado crepe, a mulher só falou exatamente o que estava escrito no cardápio. Deu vontade de falar: “Sim, eu sei ler”.

Ambiente

Ambiente

De cortesia eles servem um copinho de suco de carambola com lichia. Como eu não fã da fruta, recusei mas achei simpático. Recusamos também o couvert de R$ 5,00 e partimos para a especialidade da casa, o crepe. Eu fui de crepe Malagueta, que é meio mexicano, com Chilli, queijo cheddar, sour cream e pico de galo. Sim, foi pro saco o plano comidinha leve. Achei bom, mas nada impressionante. A Jussa pediu o Imaculada, que vem com Shitake, shimeji, champignon e queijou gouda. Ela não curtiu muito e qdo provei também não fui muito feliz, porquê o queijo dava um gosto forte e já estava meio frio. Cada crepe desse custava por volta de R$ 25,00. O Arnaldis pediu um crepe gourmet Brida: Iscas de filet mignon ao curry, leite de coco e tomates, que saiu mais de R$ 30,00. Gostoso, mas acho que crepe nenhum vale mais que R$ 30,00 conto. Todos vêm acompanhados por uma saladinha.

Crepe + saladinha

Crepe + saladinha

Ainda tivemos espaço p/ pedir os crepes doces. Fui de Nutella com castanhas e a Jussa de Chocolate trufado com morango (Por volta de $12,00). Gostei bastante do meu, mas o da Jussa achamos doce demaaaaaaaais da conta.

Crepe Nutella

Crepe Nutella

Bottom line: Lugar de ir namorandinho pq é fofo e gostosinho, mas não iria num 1o date pq é bunda mole demais. Se fosse mais baratinho valeria a pena voltar.

Endereço: R. Tuim, 253 – Moema.

, , , , , , ,

3 Comentários

Ásia na Vila

Apesar de sempre estar naquele quadrilátero de restaurantes/bares da Vila Mariana, eu nunca tinha reparado no Hitam até vê-lo na lista do Restaurant Week. Como na época tinham outros restaurantes mais interessantes que eu queria conhecer, o Hitam acabou saindo da listinha. Então, numa dessas terças-feiras em que eu e a Krodir deveríamos estar correndo no parque do ibirapuera, resolvemos trocar o programa fitness projeto verão 2010 por uma comilança gorda. 

Chegamos por volta das 19:30 e restaurante estava completamente vazio. E essa situação se manteve ao longo da noite. A vantagem é que tivemos a oportunidade de sentar onde quer que a gente quisesse. A casa é bem bonitinha e toda a decoração está a venda. O chão das áreas ao ar livre do térreo são todas cobertas de pedrinhas (meninas, cuidado com o salto agulha nessas horas). Fora isso, a iluminação é fraca, agradável e romantiquinha. No segundo andar tem um salão com várias mesinhas e até mesa na sacadinha. 

O restaurante é um mix de comida brasileira, indiana e Thailandesa. 

Pedimos de entrada um “kit” degustação (Mais ou menos R$ 30,00), que vêm com poucas unidades de todos os petiscos da casa. Apesar de tudo ser bem feitinho e gostoso, a porção era pequenina demais.  

De prato principal resolvemos dividir um Bowl veggie Trio de Cogumelos (Mais ou menos R$ 28,00), que é uma tijela com Shitakes, shimejis e outro cogumelo, castanhas, moyashi, tudo ao molho de shoyu. De acompanhamento, pedimos o Sobá, que é um macarrãozinho integral. Gostei muito desse prato, mas estava um pouco salgado. 

Me interessei pelas sobremesas como por exemplo o crepe de Nutella com Pimenta, mas como eu queria provar a sorveteria vizinha Frutos do Cerrado, acabei deixando passar. 

Além da comida inspirada na Ásia, eles oferecem também chás e sucos com misturas orientais e caipirinhas diferentes. 

É uma boa opção para quem está procurando um restaurante para um encontro de meninas ou para um date simples mas romântico, sem te custar os zoio da cara. Mas sinceramente, fora o charme da casa, o lugar não surpreende muito. Voltaria, mas não faço questão. 

Endereço: Rua Áurea, 333 – Vila Mariana

Mais Thai e indiano:
Mais Thaï Gardens no Restaurant Week
Restaurant Week Rendeu!
Mistureba
A caminho da Índia
Louvado Ganesh

, , , , , , , , , , , ,

6 Comentários

Crepe do Crepon

Na sexta pré-carnavalesca, conheci o Crepon, um bar especializado em crepes perto do metrô Vila Madalena. O lugar fica meio escondido em uma rua tranquila, mas vc o identifica pelo letreiro luminoso vermelho.
O ambiente é escurinho, rústico, tem fundo musical eclético (que variou de Madonna a Beatles) em bom volume, ideal para casais. A moça que nos atendeu (não sei se é a dona) tem cara de brabona, meio má vontade. O atendimento é sério, mas sem erros.
Pedimos um crepe de shimeji com alho, cebolinha e cheddar (R$ 21,50), sendo esse último trocado por mussarela, e um de frango com curry e passas (R$ 21,00). Com medo de que fosse seco demais, pedimos para colocar mussarela, o que acrescentou mais uns R$ 3,00 à conta.
A massa do crepe é preparada no balcão principal, aos olhos do cliente.
O crepe ocupa meio prato e a outra metade é preenchida com saladinha de beterraba e cenoura raladas, alface, pepino e batata palha. O tamanho e a quantidade de recheio são bons, a massa é sequinha, leve, douradinha, uma delícia. O recheio, porém, deixou um pouquinho a desejar. Achamos meio sem sal/tempero, mesmo com o curry, a cebolinha e o alho dos ingredientes.
O cardápio tb conta com crepes doces, massas, porções frias e quentes, drinks variados.
Lugarzinho honesto e simpático. Se estiver procurando opção próxima ao metrô, é uma boa pedida.

CreponR. Paulistânia, 602 – Pinheiros

, , ,

4 Comentários

Comemoração com um toque francês

Para comemorar uma data especial, Arnaldo e eu fomos à Mercearia do Francês. Confesso que o lugar me surpreendeu. É bem mais informal do que pensei. Sei lá, acho que pelo “Francês” do nome e pelo site, eu imaginei que fosse frescalhão. O restaurante fica em uma esquina arborizada de Higienópolis. Tem ambiente fofo e aconchegante.
O atendimento é muito bom, mas bem sério. Logo que sentamos, fomos informados das sugestões do dia.
Bom, pra começar, dividimos um croque monsieur (R$ 16,00). Olha, eu não entendo de comida francesa, tampouco como com freqüência, mas foi um dos melhores que já provei até agora. Vem com uma saladinha bem gostosa tb.
De prato principal, pedi um crepe de champignons (R$ 24,50) e o Arnaldo foi de carré de cordeiro com risoto de cogumelos (R$ 61,00). Como se vê, ele é muito mais refinado do que eu, haha. Bom, eu nem curto cordeiro, mas admito que o prato chegou mto bonito à mesa.
Meu crepe estava muito bom. Só o queijo gratinado já me ganhou. O recheio que, na verdade, não é só de champignon, mas cogumelos em geral, é bastante suave e vem na medida. É acompanhado da mesma salada do croque. Adorei!
Como deu pra perceber, o lugar serve tanto pratos elaborados, como os básicos que a gente conhece. Oferece, ainda, pastéis, quiches, omeletes, sanduíches, massas, ou seja é bastante variado e despojado. Recomendo muito! Claro, vc não vai sair rolando e, dependendo do que pedir, vai pagar (bem) caro, mas vale a pena. Conheça!

Mercearia do FrancêsR. Itacolomi, 636 – Higienópolis

, , , , , ,

Deixe um comentário

Dîner à Paris (ui que chique)

Nah… Calma. Não ganhamos na megasena. Jantamos na Vila Madalena mesmo, em mais um bat encontro com a minha companheira faminta, a Jussa. Que sugeriu uma comilança no Deli Paris. Eu que sou meio ogra da floresta só concordei pq eu tb não tinha nenhuma sugestão melhor e tb não queria gastar os tubos.

Chegando lá, achei meio engraçado, pq o local eh BEM pequeno. Apropriado para lanchinhos de menina (poucas meninas), ou p/ ir com o namorado num dia pasmante.

As mesas na calçada estavam cheias, então sentamos nas mesas non-smoking internas. Ao sentar, um pequeno incômodo. A poltrona parece de brinquedo. O encosto eh SUPER reto e parece q vc tá num concurso de mini-Misses ou pagando de alinhada numa entrevista. Sei la, achei esquisito. Será que eh tipicamente parisiense chic? huahuahuhua.

Crepe

Crepe

Croque Monsieur

Croque Monsieur

O cardápio era enorme. Fiquei até perdida e acabei pedindo um crepe de champignon e a Jussa pediu um croque monsieur, que é basicamente um misto quente com + queijo + molho e gratinadinho. Ela gostou bastante do croque e eu tb. O meu prato achei OK. Era um crepe gigante, mas estava meio sem sal.

Rocher

Rocher

De sobremesa, pedimos um doce inspirado no Ferreiro Rocher. Aliás, se chamava Rocher. Eu gostei, mas tb não era nada sensacionaaaal. Fiquei com vontade de voltar e provar o folhado de creme. Nham nham. Dizem que rola um buffet de cafe da manhã sensacional. Um dia volto p/ provar.

Ao todo eu gastei 20 reais. Pra se sentir em Paris tá baratinho, né? Ah, e eles só aceitam Visa Electron. Merda.

Endereço: Rua Harmonia, 484 – Vila Madalena

, , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Batata pra quem nao tem fome de batata

No ultimo encontro de sexta com a Jussa, fomos no Santa Clara Batataria. A expectativa era grande, pq as opinioes eram muito divergentes. Alguns falavam que era a melhor batata rosti de Sao Paulo, e outros falavam que era uma ruim e caro.

Abri o cardapio, tudo parecia bom de verdade. Batata + recheios gordos era tudo que eu mais queria no mundo. Eles possuem 2 tamanhos. O pequeno que vem com uma saladinha, e a grande sem salada. A diferença de preço era de uns 3 a 4 reais pelo que eu me lembre. E o garçom informou que a grande até poderia servir 2 pessoas, e a pequena, COM a salada, serve bem 1 pessoa. Ok, fomos da grande sem salada p/ dividirmos. Qdo chegou a batata e eu dei risada. Na boa, era quase do tamanho de uma pizza brotinho. Nada demais, nao era GRANDE. Ai eu olho pro prato da mesa ao lado, a batata pequena era menor ainda, com uma saladinha tipo aquela que o Pizza hut coloca de acompanhamento, sabe? Ou seja, NADA. Ai fiquei pensando, o que custa entao colocar saladinha tambem na grande? Pq q a batata grande tem que ser penalizada?

Batata rosti Enfim…. A batata é boa. Gostei muito, eh um pouco oleosa, mas tudo bem. Só o preço que achei ruim. Custava mais ou menos uns 25 contos a batata, que eu conseguiria comer sozinha FÁCIL. (pqp, um dia vou ter que publicar uma foto minha nesse blog soh pras pessoas nao acharem que sou uma baleia sem nocao).

Aí a fome apertou e resolvemos pedir uma entrada. hauhuaa. Lascas de batata com queijo. Eu achei OK, pq eu nao gosto de queijo queimadinho seco. Mas, a Jussa gostou justamente por isso.

Crepe nutella sorvete Não contente, ainda pedi a sobremesa que mais gosto no mundo: Crepe de Nutella com sorvete. Achei que iria ser GORDO. Qdo cegou o prato, eu ri mais ainda. Kd o crepe? O crepe era pequeno e pálido, coitado. Quase se perdeu no pratao branco.

Enfim… Eu paguei 35 reais de conta, considerando MEIA batata, meia porçao da entrada, a sobremesa e coca.

Bottom line: Até voltaria, num dia que tivesse pagando de gatinha sem fome p/ algum mino prospect.

Endereço: Rua Aurea, 361 – Vila Mariana.

*** Atualização 23/06/09 ***

Olha uma foto decente… Acho que meu estomago encolheu. Não consigo comer mais nada fora essa batata pequena. Ainda acho um pouquinho caro… Preço médio das batatas: R$ 26,00.

Batata pequena acompanha salada

Batata pequena acompanha salada

, , , , , , , , , , ,

4 Comentários

%d blogueiros gostam disto: