Posts Marcados Entrecote

L’Entrecôte de Ma Tante x L’Entrecôte de Paris

Depois de experimentar o entrecôte da tia do Olivier, a gente tinha que tirar a prova dos 9 e conhecer o L’Entrecôte de Paris.
A diferença já começa no ambiente, mais tradicional e românteco que o L’Entrecôte de Ma Tante, que é mais moderninho.

Sobre a comida:
A salada de folhas com nozes é boa, mas achei que tinha excesso de molho.
O entrecôte estava bem gostoso e, assim como no restaurante ‘rival’, o ponto da carne é marcado no papel da mesa. O legal é que, aqui, uma parte do entrecôte vem no prato e a outra fica quentinha no réchaud, esperando ser devorada.
A batata do Olivier é melhor, sem dúvida. As fritas são mais sequinhas e crocantes, apesar de que, mesmo murchinhas, repetimos as fritas do Paris umas 2x.
O atendimento aqui foi mais atencioso. Fomos perguntados com relação à comida algumas vezes. Depois que acabamos a carne, a atendente nos ofereceu mais molho para molharmos as batatas.
Segundo o cardápio, o molho secreto da carne leva 21 ingredientes, passa por 4 processos de cozimento e seu preparo consome 36h! Bom, eu só sei que achei esse molho mais suave que o do Olivier.
De sobremesa, claro, tínhamos que pedir a mousse de chocolate para comparação completa. A sobremesa é boa, mas acho que não bate a do Olivier. E não, eles não trazem a mousse num BALDE! Que pena.

Resumão do Tô com fome:
Preço do prato: Paris, R$ 37,90 (contra R$ 47 da Tia, quando visitamos)
Salada: não chamaram a atenção
Fritas: Ma Tante
Carne: as duas, mas pelas etapas, a do de Paris
Mousse: Ma Tante
Atendimento: Paris

L’Entrecôte de ParisR. Pedroso Alvarenga, 1135 – Itaim

Outras sugestões francesas:
De volta! E com o Le French Bazar!
Bistrô do Robin Hood
Comemoração com um toque francês

Anúncios

, , , , , ,

6 Comentários

Descobrindo o Itaim no almoço 2: Mabella Steak House

Não é sempre que dá para ir ao Mabella Steak House, restaurante especializado em carnes indicado pelo Palugan; mas em uma sexta-feira feliz, a gente merece. O restaurante é bem bonito, tem decoração rústica-chique, com muito detalhe em madeira.
A sugestão daquele dia era salada + salmão ou entrecôte acompanhado de risoto de abobrinha + cheesecake de frutas vermelhas.
Escolhemos a salada Juliana: folhas, palmito, bacon, batata palha, tomate. Com esses ingredientes (e com esse nome, hehe) não tem como ser ruim, né?
Ana foi a única que pediu salmão. Segundo ela, o peixe estava um pouco salgado, mas acabava equilibrando com a suavidade do risoto. Aliás, gostei bastante desse risoto, pena que vinha pouco.
Achei minha carne pouco macia (não sei se é pq pedi para passar mais) e com muita gordura. Não tive sorte.
O cheesecake estava bem gostoso. Para Gabi, que não é muito chegada, tinha sorvete!
Deu uns R$ 40,00 para cada, com bebidas e serviço (é por isso que não dá para ir sempre).
O atendimento é muito bom. A gente já saiu de lá pensando na próxima visita. O t-bone que estava sendo servido na outra mesa era de encher os olhos (e o nariz)! Os hambúrgueres tb parecem bons. Ou seja, Mabella, já, já estamos de volta!

Atualizado em 14/10/2010: Super T-bone especial de aniversário (ao lado). Incrível!

 

 

Mabella Steak HouseR. Jerônimo da Veiga, 153 – Itaim

Almoce lá também:
Descobrindo o Itaim no almoço: Madureira Sucos

, , , , , ,

1 comentário

L’Entrecôte de Ma Tante: Tia de um prato só

L’Entrecôte de Ma Tante é um bistro fofo onde só existe UMA opção de prato principal. Dizem que restaurantes de um prato só, são populares em Paris. Aqui não é pop, mas como o dono do bistro é o padeiro-estrela Olivier Anquier, o restaurante ficou famoso por servir PF chique com o molho da tia por 47,00 dinheiros.

A única decisão a ser tomada em relação ao prato principal é o ponto da carne, que o garçom anota no papel que cobre a mesa. Um pouco de simplicidade num ambiente quase fresco.

De entrada, pãezinhos e uma salada verde com nozes, que já está embutido no preço. Eu adoro nozes, mas mesmo assim achei simplão demais. Muita folha verde regado com molho à base de mostarda fica meio sem graça.

Agora vamos ao bife da tia:

Eu pedi o ponto da minha carne mal passada, mas acho que veio sangrando demais, principalmente pq o garçom havia me dito que era só rosado. Mas tudo bem, eu amo carne sangraninho então nem reclamei. Acompanhando o entrecote, as batatinhas fritas fininhas e mega-crocantes. Essas você pode repetir à vontade. Mas não consegui terminar nem a 1a leva. A Jussum chegou a pedir um repetecozinho de batata que eu vi. Gordenha. huahuauha. A carne era macia, o molho de ervas bem temperado, tudo gostoso, ponto final. Nada supreendente. Para uma casa que serve um prato só, a minha expectativa era maior. Se eu comesse o mesmo prato num restaurante pagando R$20,00 talvez teria sido mais feliz.

De sobremesa, resolvemos pedir o famoso mousse de chocolate (R$ 12,50). Que nos surpreendeu. Muito bom, leve, no ponto certo e numa porção generosa. O garçom leva uma travessa enorme na mesa e te serve a quantidade que você quiser (obviamente, dentro do limite do bom senso).

Nessa noite o OliviÊ não apareceu por lá não. Mas o atendimento não deixou de ser simpático e atencioso na medida certa. Eu acho que é um bom lugar pra ir a dois. É fofo e chiquezinho, mas como tem só uma opção de prato, não corre o risco do respectivo pedir uma lagosta e você ter que bancar. hehehe. A conta sai por volta de R$65,00 cada um, sem pedir vinho, obviamente.

Endereço: R. Doutor Mário Ferraz, 17. Esquina com a Tucumã – Itaim Bibi.

Mais bistrôs:

Le French Bazar!
Robin des Bois
B&B Burguer & Bistrot
Blú Bistrô

, , , , , , ,

12 Comentários

%d blogueiros gostam disto: