Posts Marcados Jardins

Margherita Pizzeria, lugar de família unida e rica

Outro dia desses fomos assistir o Arnaldis jantar na Margherita Pizzeria, pq ele chegou tarde demais e nós já havíamos jantado no Suco Bagaço.
A pizzaria existe desde 1981, então é bem tradicional. Eu já tinha ido na casa uma vez com a Jussum na epoca que ela trabalhava pelos lados da Paulista, mas ela nao se lembra. Sou pouco importante na vida dela.
O ambiente é descontraído (odeio usar essa palavra, mas não pensei em nenhuma outra) com clima familiar, meio barulhento e atendimento prestativo.
A pizza individual custou R$ 36,00. Eu achei bem caro e podia vir mais “sarado”. Mas não deixa de ser boa, massa fininha crocantinho. Mas pelo preço compensaria mais pedir uma familiar pagando 10 reais a mais.
Eu e a Jussa resolvemos rachar um Chocolamour, sorvete com chantilly e coberturinhas. Nada milagroso, mas matou nossa vontade de doce. Precinho salgado também: 16,00 reales.
Resumindo é uma pizzaria legal pra levar a família inteira. Não impressiona nem decepciona. Só o preço não ajuda muito.
Endereço: Alameda Tietê 255 – Jardins
Mais pizza aqui!

, , ,

2 Comentários

Acrópoles: Grego tradicional também no Jardins

Somos meio atrasadas. Só descobri na semana passada que abriu um Acrópoles no Jardins. Eu não conheço nem a matriz no Bom Retiro mas sempre tive vontade, pois me disseram que é um dos gregos mais tradicionais da cidade e existe desde 1959. Amo moussaka e toda vez que assisto Negócio de família (Family restaurant) no Discovery Travel & Living eu fico com fome de comida grega.

IMG_1155Então como Jardins fica bem mais próximo, fomos ontem conhecer o restaurante. O local é mais ou menos como eu esperava mesmo. O restaurante não é enorme, mas ocupa uma casa de 3 andares. A decoração é inspirada obviamente nas cores que logo vem em mente quando pensamos Grécia: Azul e Branco. O resultado final ficou um pouco temático, clássico e clean. Nada mal. O atendimento é simpático e educado, mas como estava vazio, parecia que os garçons ficavam secando a gente.

Não são todos os pratos do cardápio (Em inglês tb… Bom pra levar gringo) que estão disponíveis no dia. Então o procedimento normal é ir até uma espécie de “vitrine” da cozinha e dar uma olhadinha nos pratos do dia. O cozinheiro fica lá te explicando os pratos e sugerindo combinações… Interessante, mas um tanto sacal ter que ficar levantando pra ver a comida.

Fiquei super na dúvida do que pedir pq tudo parecia muito bom. Acabei pedindo meio prato de carneiro com batatas e arroz à grega (R$ 22,00), a Jussa pediu abobrinhas gratinadas e recheadas com carne moída com os mesmos acompanhamentos (20,00), e o Arnaldis pediu um mix dos 2 pratos. Pra completar a gordice, eu TINHA que provar tb a Moussaka (R$ 27,00), que acabamos dividindo. Eles gostaram muito da comida mas eu acabei encanando com algum tempero da carne moída da moussaka e do arroz que não me fez 100% feliz. Comestível, mas não pediria de novo. Em compensação, eu gostei MUITO do carneiro assado. Comeria a porção inteira fácil.

Carneiro assado

A moussaka e a abobrinha

Depois resolvemos partir pros doces gregos (R$ 8,00). A Jussa pediu um bolo de nozes e eu uma massa folhada recheada com nozes. Não gostei muito e achei tudo absurdamente doce. Pedimos um café p/ ajudar um pouco, mas não deu certo. Acabamos deixando mais da metade na mesa.

No fim das contas… Achei o lugar legalzinho, preço bom, comida honesta. Bom custo benefício. A conta saiu R$ 45,00 por cabeça, mas considere que pedimos mais comida que o normal. Vou voltar um dia pra provar a vitela e a lula recheada que parecia sensacional também.

Endereços: Rua Haddock Lobo, 885 – Jardins ou a matriz na Rua da Graça, 364 – Bom Retiro.

Mais restaurante grego:

Athenas: Café grego

, , , , ,

5 Comentários

Restaurant Week Rendeu!

Esta semana que passou foi o meu restaurant week pessoal. Quarta fui ao Arábia e quinta ao Thai Gardens (sempre na janta).

Arábia

A hostess foi bem simpática. Parece que havíamos feito a reserva na filial errada, mas mesmo assim ela arrumou um lugar bem rapidinho. O lugar era do tipo descoladinho chique do Jardins. Ambiente agradável com direito a mini jardim no meio, mas achei que as mesas eram muito próximas umas das outras. Passamos o jantar inteiro ouvindo a conversa da mesa ao lado. Detalhes à parte, a comida é fora de série. De entrada experimentamos o falafel – combinação extremamente agradável, leve e gostoso – e o quibe cru – de longe o melhor que já comi na vida; vem com um pratinho com cebola, cebolinha e salsinha à parte para temperar ao gosto. De prato principal rolou berinjela ao forno – camadas de berinjela recheado com carne e cubos berinjela refogados, temperados com especiarias árabes, coberto com molho de tomate – perfeito. Também experimentei o kafta no espeto, que não achei nada demais, igual a todos que já comi. Eles também estavam com uma promoção no vinho. Tomamos um ótimo por R$15 para duas pessoas! De sobremesa, doces árabes, acompanhados de calda de flor de laranjeiras a parte. Eram bons, mas acho que para quem gosta de doce árabe. Eu não gosto porque acho doce demais. Veja SP talvez tenha razão. O melhor árabe da cidade? Não conheço muitos para dizer. A conta “restaurant week” foi R$54 pro cabeça. Demos uma bizoiada no cardápio, teríamos gasto bem mais num dia normal.

Endereço: Rua Haddock Lobo, 1397 – Cerqueira Cesar – Tel: 3061-2203

Thai Gardens

Acho que o ambiente tem 100% a ver com o nome do restaurante. São três andares perfeitamente decorados ao estilo oriental (térreo, mezanino e 2o. mezanino). Atenção aos detalhes, no pequeno lago, na estátua de Buda, na iluminação. Fomos recepcionados por um host tailândes vestido a caráter, com direio a chinelo! Sensacional. De entrada fui de Vermicelli – cabelinho de anjo claro e transparente preparado ao estilo Thaï, com frango moído, suco de lima, erva cidreira, salsão, echalotas e cenouras – excepcional, o melhor é que as verduras eram fresquinhas, não estavam cozidas, o que fazia uma combinação interessante. De prato principal escolhi o frango com batata preparado com molho de curry vermelho e leite de côco. A combinação era boa (o arroz de boa qualidade ajudava), mas que saudade do Curry House. Entuxei o frango de pimenta e depois tirei uma com o garçom simpatia (todo sorridente e brincalhão), dizendo que a pimenta não dava nem pro cheiro, não parecia tailândes. Ele sugeriu então que fôssemos mais tarde à cozinha contar aos chefs e correr o risco de levar uns golpes de muay thai. Aceitamos prontamente! A sobremesa foi torta de banana com sorvete. Muito bom, deu vontade de pegar uma receita na internet e fazer em casa. Depois do jantar demos uma passadinha na cozinha e conhecemos os 4 chefs tailândeses – 2 homens e 2 mulheres. Foram simpáticos, mas estavam ocupados. Sem jeito, só troquei poucas palavras e os parabenizei pela comida. Nem entrei na questão da pimenta. Eles arranharam um português e um inglês. Foi bom saber que a comida era genuína. Conta restaurante week foi R$50. Pelo que olhei no cardápio, uma conta varia muito dependendo do prato que se pede. Uma conta normal deve variar entre R$40 a mais de R$100.

Endereço: Av Nove De Julho, 5871 – Jardim Paulista – Tel: 3073-1507

Bem, este é o último fds do Restaurant Week. Corram quem quiser aproveitar. E se alguém comer o milanesa de cação no Thai Gardens (só almoço), depois me conte como foi.

, , , , , , , , , ,

2 Comentários

Balada Japa

Fazia tempo que eu queria ir conhecer o Mori Sushi, já que eu conhecia as filiais em Cairo. Quem não conhecia era a hostess, mas tudo bem, na verdade parece que não pertencem ao mesmo dono e a proposta é bem diferente. As filiais no exterior parecem que só mantem algum tipo de parceria. Obrigado à Carol, a mais paulistana das curitibanas, pelo cartão do restaurante.

Chegamos às 22h e havia fila de espera gigante! Tivemos que esperar mais ou menos meia hora. Só não desistimos porque não haveriam muitas opções abertas a essa hora. Eu me senti um pouco mulambento no lugar. Não que eu Mori Sushi 1estivesse especialmente mal vestido, é que estava todo mundo produzido! Parecia baladinha Vila Mori Sushi 2Olímpia / restaurante do mundo de Caras. O ambiente combinava: moderno e aconchegante, à meia luz.

Mas vamos à comida. Fomos de Festival. Ele vem com tempurá, gyosa, gunkan flambado, harumaki hot roll, lula, peixe prego grelhado, vários tipos de sushis e sashimis etc. Os pratos chamam a atenção pela sofisticação e qualidade, os sashimis são gordos e no ponto certo. Vejam as fotos! E dá pra repetir o que quiser. Pedimos só um pouquinho de salmão a mais Mori Sushi 3no final e trouxeram um prato bem razoável de sashimi. Pedimos também um temaki de salmão, esse não tinha nada de especial. De sobremesa.. Surpresa! Sorvete Häagen-Dazs! Genial!

Por dois reais a mais pode se sentar no balcão, de frente para os sushimen. Pelo que me contaram, tem alguns pratos especiais. Em termos de fartura não se iguala a outros rodízios, como o Sushi Isao, Yassu ou afins. Mas a combinação que faz a diferença: comida de primeira, o preparo, o ambiente, as “pessoas bonitas”, a sobremesa. Definitivamente um lugar para uma ocasião especial ou para impressionar.

Tudo por R$63 por pessoa. Ou você achou que ia impressionar alguém gastando pouco? 🙂

Endereço: Rua da Consolação 3610, Jardins

, , , , ,

5 Comentários

É um hit…

Ai, é difícil escrever sobre um lugar conhecido e que já foi eleito o melhor não sei o que de São Paulo, blá, blá, blá. Vc pode soar pouco original ou paga pau ou chatona.
A verdade é que fomos no Ritz do Itaim na noite de sexta. A primeira coisa que notei, claro, foi o público. Lembro que fui no da Al. Franca há mil anos. Enqto que na casa do Jardins a predominância era de gays, na do Itaim tinha família, criança, avô, grupo de amigas etc. O público é bonito. Ficava toda hora lembrando daqueles comentários de guias “lugar para ver e ser visto”, haha. Porém, o lugar é meio apertadinho.
Mas, estávamos lá pela comida. Na espera, pedimos fritas. A porção não é grande, o que decepcionou os 2 gordinhos de plantão. Me lembrou mto o do Mc (ai, lá vem o julgamento), por ser daquelas batatas grandes, bem sequinhas por fora e quase nada de “massa” por dentro. Gostei, mas definitivamente, não lembram as fritas feitas pelas mães (antes da invenção das batatas Bint).
Fiquei no hamburguer mesmo, apesar de que os pratos parecem mto bons tb.
Para qqer hamburguer, vc pode pedir 1 ou 2 acompanhamentos. O bolinho de arroz é incrível. Sequinho e crocante por fora! Onion rings tb é bom e vem em grande quantidade. No prato, tb vieram uma rodelona de cebola e 1 picles, o que acabam virando recheios do lanche.
A carne é mto boa. Vem macia e com aquele gostinho bom de “fumaça”, haha. A primeira impressão que tivemos com a pequena porção de batatas se foi, pq saímos cheinhos de lá.
O atendimento é ótemo. Todos atenciosos e, claro, bonitos (deve ser requisito na entrevista).
Então, q venha a conta! Bom, a conta sai bem salgada. Para 2 pessoas, deu R$ 85,00, contando bebidas + 10%. Ah, e manobrista R$ 9,00.
Vale conhecer! Quero voltar, mas agora, para experimentar algum prato!

Ritz: para ver, ser visto e comer bem!
R. Jerônimo da Veiga, 141
Al. Franca, 1088

, , , , , ,

1 comentário

America sem nada a ser descoberto

Última sexta-feira íamos experimentar o Arguile, mas incrivelmente já estava fechado lá pelas 20h30 (Será que os árabens têm toque de recolher às sextas?). Na preguiça de encontrar um lugar melhor, paramos no America da Al. Santos. Escolhi o Square Burger, o fantástico hamburguer quadrado! Eu já devia saber qua havia algo de errado quando o garçom trouxe a comida e emendou com um: “Algo mais”? Po, será que ele achou que íamos pedir algo mais sem ao menos ter começado a comer? Devemos ter muita cara de esfomeados.

Pois é, o Square Burguer parece ser só peça de decoração. Como comida, estava morno. Nem o cheddar levemente picante esquentou. De sobremesa foi o frozen yogurt com calda de chocolate quente. Morno de novo; e aguado. A Tel pediu o Petit Gateau de Nutella. Segundo ela, só esqueceram a nutella.

Valor médio da conta: R$35. Pois é, mais uma vez, o America não traz surpresas. Ambiente e atendimento decentes, comida meia boca e um preço injustificável.

Bottom line: Algo mais? Nem pensar.

, , , , , , , ,

3 Comentários

%d blogueiros gostam disto: