Posts Marcados kebab

O Original Döner Kebab Alemão

Eu sei, é um pouco fora de mão ir pra Alemanha, mas não podia deixar de deixar um mini-post a respeito. Existem certos pratos que acho uma combinação perfeita. Por mais toscas que sejam. Por mais que eu não saiba direito os ingredientes. O döner kebab é um deles. Já tinha comido há muitos anos atrás e tinha marcado minha memória. Nessa recente viagem, foram 4 longuíssimos dias em Munique comendo salsichões, chucrute, costela de porco, joelho de porco, porco à milenesa (schnitzel), apresuntado de porco (leverkesse), batatas fritas, gratinadas, sautée e todas as possíveis combinações dos itens mencionados (ninguém merece), eis que finalmente me deparo com o divino döner kebab de 3 euros (equivale a 3 reais no Brasil).

Döner Kebab
Fatias de carneiro cozido no espeto giratório (com a devida proporção de gordura em cima, parecido com o churrasco grego no Brasil), pão grosso crocante, salada com alface, tomate e cebola, molho de pimenta e molho a base de iogurte (não me perguntem o que leva). Segundo a Pri, ela não tinha me visto tão feliz a viagem inteira.. hauha.

Como curiosidade, o kebab foi trazido à Alemanha pela enorme comunidade turca que migrou para lá. Mas o kebab alemão tem um preparo próprio. Fez tanto sucesso que já faz parte do dia-a-dia do país e até a receita foi exportada de volta à Turquia. O kebab pode ser encontrado na maioria dos países da Europa (principalmente Mediterrânea) e Oriente Médio, com diferentes nomes. Para mais detalhes sobre o kebab no mundo e seus ingredientes, veja página do Wikipedia.

Leia mais sobre kebabs em:
Quero gostar de kebab!
Kebab sem miséria

Döner Kebab
Anúncios

, ,

11 Comentários

Quero gostar de kebab!

Sexta a noite, fomos à Kebaberia. A casa é bem bonitinha. Bancos com almofadas coloridas, luz baixa, decoração fofa, mas não chega a ser um ambiente agradáável.
Logo que chegamos, foi servida uma cesta de pão libanês torrado (sem tempero). Posso estar errada, vai que é tradição, né? Mas não podia ter algo para passar nesse pão?
Pedi um kebab pequeno de frango com curry (R$ 9,00): fatias de frango ao curry, leite de coco, tomate e amendoim. Não senti o gosto de leite de coco. O curry era lenda. Em compensação, caía amendoim adoidado. O recheio escolhido era meio seco. Como pedi o pequeno, tinha direito a apenas um molho. Devia ter pedido algo para dar a “liga”, mas fui de pasta de alho. Sei lá se combina com meu pedido, mas adorei. Era praticamente alho amassado, bem forte. Nem tenho que dizer que me fez companhia a noite inteira, né?
Arnaldo foi de kebab grande de porco (R$ 16,70): fatias de pernil, tomate, cebola e pimentão. Ele curtiu, mas estava crente que tinham trocado o porco por carne normal. É verdade, em nada lembrava o sabor de carne de porco!
Pedindo o kebab grande, vc pode escolher 2 molhos. Ele foi de blue cheese (?) e vinagrete. Amou o tal do queijo azul.
O pequeno já tem um tamanho razoável, viu? Comparamos o tamanho de nossos kebabs e havia pouca diferença (até achamos que um dos 2 estava errado).
O atendimento é meio perdido. Sempre fazia cara de “oi?” qdo falávamos algo.
Resumindo: não sei se fui infeliz no pedido ou se kebab não é minha praia mesmo. É minha segunda experiência com o enrolado e, na primeira vez, tive a mesma percepção. Preciso conhecer outros.

KebaberiaR. Joaquim Floriano, 179 – Itaim

Mais kebab:
Kebab sem miséria

, , ,

6 Comentários

Kebab sem miséria

Sempre que eu passava pela augusta eu via o restaurante Kebab Salonu e ficava com vontade de conhecer. Eu tenho uma queda por sanduiches enrolados em pães fininhos, então a expectativa era alta. 

Era dia de semana, finzinho da tarde. Ou seja, não tinha ninguém no restaurante. Eu até achei que iria rolar uma má vontade no atendimento nesse horário, já que eramos as únicas pentelhas que aparecem p/ comer num horário que eles ainda estão se preparando p/ a correria do jantar, mas foi justamente o contrário. O atendimento foi super fofo, a menina que nos atendeu era bem paciente e muito boa vontade em explicar o que era o que. Afinal, eu não faço a menorrrrrrrrrr ideia de ingredientes do mundo oriente sem ser china ou japa.  

Kebab frangoKebab

Pedi um Kebab de linguiça apimentada (Me desculpe, o blog não é o meu day job e eu não lembrei de anotar o nome exato). A garçonete até me falou p/ pedir a pimenta à parte pq era muito forte, mas no fim…. Achei bem tranquilinha. Eu até gostei, mas não achei nada impressionante. E como eu não sou muito fã de hortelã, achei meio enjoativo/forte ao longo do percurso. Minha amiga pediu um de Frango ao molho curry, que de acordo com ela estava bom, mas que tb enjoou pelo fato de vir muuuuita coalhada. E realmente, lá não tem miséria não. O Kebab é bem rechado, bastante ingrediente, sem miséria meeeeeeeesmo. E deve ser por isso que vc paga por volta de R$ 20,00 num kebab. Não vá ao restaurante se vc espera comer um fast-food baratinho. 

O que eu mais curti foi o ambiente. Músicas típicas, decoração inspirada no oriente, bem moderninho colorido e aconchegante. 

kebab Salonu 1Kebab Salonu 2

Mas…. Não sei se voltaria. Não é ruim. Só não é p/ mim. Aliás, deve ter alguma coisa errada comigo, pq o kebab deles foi eleito o melhor de SP pelo guia 4 rodas. =)

Endereço: Rua Augusta, 1416. Lado centro, pertiiinho da Av. Paulista.

, , , , , , , ,

8 Comentários

%d blogueiros gostam disto: