Posts Marcados parmegiana

Esquentando no Bar Birô e Comida di Buteco

Frio do Alaska e garoa sem fim numa noite de sexta. O que fazer? Comer e beber! Pra variar o Bar Veloso estava abarrotado, então tocamos pro Bar Birô, ao lado do Colégio Etapa.

Começamos light com sopas. Eles tem uma boa seleção – canja de galinha, sopa verde e caldinho de feijão. Não eram extraordinários, mas caíram bem pra dar uma esquentada. Melhor ainda foi o vinho quente, absolutamente perfeito. Pedimos também bastante Serra Malte de garrafa para não perder o costume.

Água na Boca

Uma boa surpresa foi que o bar participava do Comida di Biteco, festival de petiscos que faz absurdo sucesso em Belo Horizonte. Acho que tem a ver com o mineiro ser um povo boêmio demais da conta. Pedimos o prato participante, o Água na Boca (R$29), filézinho à parmegiana, polenta frita, bolinhas de mandioca 4 queijos, pasteizinhos de feijoada e molho ao sugo, patê de salsinha, barbecue e pimenta. Pra mim o destaque foi o bolinho 4 queijos, muito saboroso. A polenta infelizmente veio meio murcha.

A casa contava com uma banda de rock e uma galera mega animada. Como sentamos perto da banda, atrapalhava um pouco a conversa, mas a música era ótima.

A conta ficou R$32 por pessoa, comendo e bebendo bem. Corpo e alma aquecidos, dormi como uma pedra!

Endereço: R. Vergueiro, 1889 – Tel: (11) 5081-4040

Anúncios

, , , , , , , , , , ,

3 Comentários

Bar do Alemão e sua parmegiana gigante!

Bom, pessoal, o Bar do Alemão é mais um candidato à disputa da melhor parmegiana de São Paulo. Na verdade, o restaurante nasceu em Itu, mas como já tem representação na cidade, podemos incluí-lo na competição tb.
Para honrar suas origens, a parmegiana é gigaaaaaaante.
Na última visita, estávamos em 5. Pedimos a grande (R$ 131,00) que, no cardápio, diz atender exatamente 5 pessoas. De acompanhamento, só vem arroz. Se quiser batata, tem que pedir a parte. Recomendo as batatas gomo.
Pois bem, faltou comida (para os 3 homens da mesa)! Rendeu um prato como o da foto abaixo para cada um e ainda sobrou um rabinho de carne, mas como o olho é sempre maior que a barriga (até dos japoneses), quiseram mais.
Então, pedimos a versão mini, achaaaando que era o ideal, afinal, é mini. Bom, resumindo, a mini servia mais 5 pessoas, sem exagero… quer dizer, com exagero sim, é grande demais! Até perguntamos se não tinha vindo errado.
O bife é animal, claro, mas a verdade é que eu acho que quanto menor o bife, melhor deve ser. Sei lá, deve ter mais sabor, pegar mais tempero, ficar mais uniforme. Uma coisa é certa, a mini veio mais quente.
Estava olhando para as outras mesas e a versão individual (R$ 44,00) já serve 2 pessoas, sério. Talvez tenha que completar a barriga com alguma outra coisinha, mas já dá.
No final das contas, eu não sei se é a melhor, mas deve ser a maior parmegiana de São Paulo.
Dessa vez, fui ao Alemão da Granja Viana. O lugar estava cheio, mas não insuportável. Havia feito reserva, então não tive problemas.
Aproveite o feriado para conhecer!

Bar do AlemãoRod. Raposo Tavares, km 22,30 (dentro do The Square Open Mall)
Av. Juriti, 651 – Moema

As outras parmegianas no páreo:
Degas
Baronesa

, , , ,

9 Comentários

Degas: Ainda a melhor parmegiana de SP

2 anos depois da publicação do post mais lido do blog, resolvemos voltar ao Degas.
O escolhido foi o Degas Pompéia. E as coisas não mudaram muito…. A casa permanece igual, bem simples com os garçons old school de gravatinha. Bem restaurante tradicionalzaão de tio.

Como estávamos em 4 pessoas, resolvemos pedir 2 pratos individuais para dividir. O escolhido foi o Bife de filé mignon à Parmegiana (obviamente) com fritas e arroz, mais um bife à alho e óleo com brócolis.

O garçom serviu 1o a parmegiana para os 4, e no fim desse prato a gente já estava satisfeito. Nem precisava do outro prato. As porção individual é muito bem servida, não sei como alguém conseguiria comer o prato inteiro sozinho. Pra pedir o Parmegiana normal, acho que teria que levar umas 10 pessoas!

Eu ainda acho que provavelmente é sim uma das melhores Parmegianas de SP. A carne é tão macia que dá pra cortar com a colher… E as batatas fritas são meio gordinhas… Bem do jeito que eu gosto.

Depois foi a vez do bife alho e óleo. E olha, esse me surpreendeu muito. Achei muito bom, a carne super macia, com bastante alho… Só o brócolis que estava meio sem sal. Mas voltaria mais vezes só pra comer esse bife.

Saímos de lá explodindo e todo mundo adorou a refeição, menos o Samuel. Foi o único que não nem curtiu muito e não entendeu o motivo do auê todo.

Resumindo, é um lugar bom e barato. Comemos absurdamente e saiu uns R$ 30,00 conto pra cada um. Os preços não mudaram desde a útlima vez que estivemos lá. A Parmegiana individual custa R$38,00 e dá pra comer 3 pessoas bem gordinhas ou 4 pessoas normais.

Endereço: Rua Teodoro Sampaio, 567 – Pinheiros. Ou Av. Pompéia, 796 – Vila Pompéia.

Mais parmegiana?

As massas do seu Alcibieri
Maior Parmegiana de São Paulo?
PF na ZN

, , , ,

14 Comentários

Maior Parmegiana de São Paulo?

Dando continuação à série as parmegianas mais mais da cidade, sábado fomos eu, Marcelones, Tati e Jaimão almoçar no Baronesa, no Higienópolis. Nada mais justo depois de bater perna a manhã inteira na 25.

O cardápio é bem brasileiro, com carnes e guarnições. Alguns são para duas pessoas, tipo a parmegiana. Nem pensamos. Desce 2 parmegianas aí! Olha, o garçom trouxe a carne e dividiu em 4 pedaços. Achei justíssimo, Juro que pensei que as duas já tavam lá, até que trouxeram a outra parmegiana. É um senhor toroço de carne. Tá, não é Shrek, mas ainda tem o arroz, feijão (pedimos a parte), batata frita e purê (pedimos meio a meio) e farofa… No final tava todo mundo rolando. A Tati nem repetiu, mas ainda bem que o Marcelones tava lá pra fazer a rapa.

O lugar é sossegado, sem muitas firulas, o atendimento muito bom. Saiu R$28 por pessoa, com direito a umas Originais. Perfeito.

Baronesa – R. Baronesa de Itú, 281 – Higienópolis – (11) 3667-8229

Veja também:

Melhor Parmegiana de São Paulo?

, ,

3 Comentários

Melhor Parmegiana de São Paulo?

Após inúmeras tentativas, finalmente fui no Degas comer o bife a Parmegiana, que no meu cerebro, era a melhor de Sao Paulo. (Nao sei de onde tirei isso).
Enfim… Fomos no Degas da Teodoro, imaginando que sendo um sábado, o lugar estaria infernal. Mas nem, Estava tranquilinho.
Sentamos, abrimos o cardapio, outras coisas me atrairam muito mais do que a Parmegiana. Mas, eu tinha uma missão e não podia sucumbir e pedir outra coisa.
Parmegiana será!
Como eu já sabia que as porções de lá são gigantescas, perguntei pro garçom se eu não podia pedir a porção individual (R$ 38,00) e dividir. E até ele falou: Realmente, pra 2 pessoas, pede o menor que já está de bom tamanho. O prato já acompanha arroz e batata frita, mas resolvemos pedir uma saladinha pra acompanhar, crente que iria “faltar” comida, já que era eu e mais um mega esfomeado.

degas Me desculpem a foto, soh lembrei de tirar no fim…

É, realmente era muito boa. Superou minhas expectativas, já que sou descrente das coisas. Mas tem um ponto… As parmegianas de lá são feitas com filé mignon. E na boa, pra vc cagar um filé mignon (não literalmente. huahuha), tem que ser muito mané e nunca iria trabalhar num restaurante. Portanto… Não estou tão deslumbrada assim.
Agora vamos ao ambiente… Provavelmente muita gente já deve conhecer o Degas. Restaurante tipico para almocos de familia, bem informal. Se não tivessem me sugerido, eu nunca teria entrado. A fachada tem cara de padoca. Vc entra, eh um estilinho antigo de restaurante do interior. Lugar pra ir qdo vc quer comer BEM (até sobrou), gastar MÉDIO (Conta: R$ 55,00 p/ 2 pessoas) e não está preocupado em impressionar os seus acompanhantes.

Bottom line: Lugar de Pai. Mas, voltaria sim. Afinal, os pais são sábios. hahaha.
Mas ainda não sei se é a MELHOR de SP. Sugestões?

Endereço: Rua Teodoro Sampaio, 567 – Pinheiros. Ou Av. Pompéia, 796 – Vila Pompéia.

Voltamos novamente! Leia aqui: Degas: Ainda a melhor parmegiana de SP

Mais Parmegianas:
Maior Parmegiana de São Paulo?
As massas do seu Alcibieri

, , , , , , , ,

49 Comentários

%d blogueiros gostam disto: