Posts Marcados saque

Sakagura A1

Na sexta, véspera de feriadão, fomos ao Sakagura A1, restaurante japonês que ocupou o lugar do Shimo.
Sakagura A1O restaurante é lindão. Se tiver chance, escolha o andar de baixo para sentar, onde fica o sushi bar.
A graça é pedir comidinhas que possam ser compartilhadas. Como as porções não são grandes, é legal ir em grupos pequenos.

Costelinha de porco Tropical e Kit Sakagura

Para começar, pedimos Costelinha de Porco Tropical (R$ 22), que desmanchava de tão macia, e o Kit Sakagura (R$ 27), 5 entradinhas típicas que variam conforme o dia. Dessa vez, havia gobô (bardana), salada de maionese (não gostei), berinjela e camarão grelhados, bolinho de polvo, além de pão chinês.
Sanduíche de tonkatsuPedimos, então, Harumaki de rabada (R$ 22) que, apesar de ter massa super sequinha e crocante, decepcionou um pouco no recheio, meio sem tempero.
Na sequência, fomos de Sanduíche de tonkatsu (R$ 24). Para dar a ‘liga’ entre a carne e o pão, usam uma maionese de wasabi bem gostosa. Fora que o pão é aquecido na manteiga!
Paramos por aí, satisfeitos. Estelis havia indicado o Yakiniku de língua de boi, mas ficará para a próxima. Assim como a Rabada ao curry, Lanche de panceta cozida, Asinha recheada de carne de porco (!!) etc.
O lugar deve agradar aos que curtem a comida quente tradicional (com uma certa ousadia), aos amantes de sushi e sashimi, fora os que curtem saquê. Virei fã.

Sakagura A1R. Jerônimo da Veiga, 74 – Itaim Bibi

Mais japas:
Izakaya Issa
Ajissai
Mugui
Porque Sim

, , , , , , , ,

4 Comentários

Porque não o Porque Sim?

A graça de ser oriental no BR, é que além de vc conhecer os lugares normais, vc ainda tem todo um lado B que faz com que vc conheca uns buracos pela cidade que normalmente as pessoas não fazem ideia. 

Um desses lugares é o Karaoke & Lamen House Porque Sim. Na verdade ele é bem popular no mundo oriental, mas ainda não conheci nenhum amigo brasileiro que já tenha ouvido falar de lá.

PorquesimpqsimNo terreo funciona um restaurantinho japonês. Os pratos são tipo combinados. Vem umas porçõezinhas de conserva ou legumes japonezinhos, missoshiru, arroz, saladinha e o prato principal. Tem muito prato quente, tipo os tonkatsu, lamen, e também sashimis. O combinado mais caro custa R$30,00. Custo benefício ótimo. As comidas são realmente muito bem feitas. Nunca ocorreu de ir lá e pegar um dia ruim do Chef e a comida chegar zoada. Disciplina Japoronga! huahuauha. Olha, de verdade… É um dos meus lugares simples preferidos. A melhor opção que eu conheço p/ um domingo ressaquento, que você só quer comer uma comida boa, sem frescuras. 

O ambiente não tem nada demais. Sem luxo e glamour, sem modernidades. Tem 2 garçons que são japonezinhos mesmo. Falam portugues malemal com sotaque. Diz a lenda que eles faziam parte dos Yakuzas no japão e alguma merda ocorreu e eles “fugiram” p/ o BR. 

Aíííí, depois de vc se empanturrar de comida, fecha um box e solte o rock star dentro de você. No andar de cima funciona um karaokê box fechado. Ou seja, vc junta meia duzia de amigos, fecha um box e canta até ninguém aguentar mais a sua voz e sua performance maluca. Se não me engano, o box custa em torno de R$ 30,00 a 60,00 a hora. São somente 4 salas… Acho que 3 pequenas que cabem umas 8 pessoas, e uma maior que devem caber umas 15-20 pessoas. A pasta de músicas é razoavelmente completa. Músicas nacionais atualizadas não são o forte, mas a pasta de músicas em inglês tem bastante variedade sim. Dá p/ ficar umas 3 hrs cantando, fácil! 

Endereço: Rua Tomás Gonzaga, 75 – Liberdade.

, , , , , , , , , , , ,

4 Comentários

%d blogueiros gostam disto: